Loading SEBRAE

Mais buscados: sei Credito consultoria boas praticas empretec

Loading SEBRAE

Vitivinicultura

Certificações

Indicações Geográficas valorizam origem do vinho

17/01/17
Andre Bordignon

Andre Bordignon

Gerência Setorial do Agronegócio

COMPARTILHE
O RS possui cinco regiões produtoras de vinho certificadas pelo INPI, sendo que uma está em processo de reconhecimento.

O vinho brasileiro vem ganhando espaço no mercado nacional e internacional, e está sendo produzido em diversas regiões brasileiras. O Rio Grande do Sul é destaque na produção, e possui cinco regiões com certificações de origem, que atestam a procedência do vinho. A indicação geográfica atesta a qualidade e origem da produção, com uma espécie de assinatura de procedência.

A Indicação Geográfica (IG) é concedida pelo Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) a produtos ou serviços característicos de um local de origem. O Estado possui cinco regiões produtoras de vinho certificadas pelo INPI, sendo que uma está em processo de reconhecimento.

Com a IG definida em uma região, os produtores estabelecem o chamado regulamento de uso, que determina quais vinhos podem ser produzidos e por quais processos. “As associações de produtores de cada região possuem um conselho regulador, que faz todo o controle do que é produzido e atesta a conformidade desses produtos”, explica Jorge Tonieto, coordenador do comitê de identificação geográfica da Ibravin, instituição parceira do Programa Juntos para Competir – FARSUL, SENAR/RS e  SEBRAE RS em projetos na área vitivinícola. Com isso, os produtos chegam com um selo numerado, onde é possível rastrear e conferir a origem.

129_gagro_vitivinicultura_indicacaogeografica_revisado_840x415

No Rio Grande do Sul, a produção atestada com a Identificação Geográfica produz vinhos brancos, tintos e espumantes. “Existem variedades de uvas que são cultivadas no mundo inteiro, mas os vinhos de cada região têm suas diferenças, com características regionais. Isso faz com que o vinho seja diferenciado pela sua origem, através da forma de produzir de cada uma dessas regiões”, comenta Tonieto. Farroupilha, Monte Belo, Vale dos Vinhedos, Pinto Bandeira e Altos Montes são as regiões que possuem IG. No Estado, os vinhos da campanha estão em processo de reconhecimento da IG.

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Notícias

15 de Dezembro de 2017

Empresas da saúde conquistam resultados com projeto do Sebrae RS

SAIBA MAIS

 

14 de Dezembro de 2017

Sebrae RS disponibiliza conteúdo online gratuito

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 15/12/2017 15:14

Palestra traz impactos de novo sistema para pequenas empresas

Sebrae RS Podcast 15/12/2017 11:48

Pizzaria se moderniza inspirada em poesia, com apoio do Sebrae