Loading SEBRAE

Mais buscados: sei Credito Consultoria BOAS PRATICAS Empretec

Loading SEBRAE

Notícias

Venâncio Aires em pleno desenvolvimento

04/07/16

Da Redação

COMPARTILHE

Município do Vale do Rio Pardo é o primeiro do Rio Grande do Sul a comprovar que implantou e executa Políticas de Desenvolvimento Institucionalizadas

Da Redação

Cidade é uma das principais forças econômicas do Vale do Rio Pardo (Foto: Divulgação Prefeitura)

Venâncio Aires – O primeiro município do Rio Grande do Sul a comprovar a existência de Políticas de Desenvolvimento Institucionalizadas é Venâncio Aires. Distante 130 quilômetros da Capital, a cidade é uma das principais forças econômicas da região do Vale do Rio Pardo. Com uma visão estratégica bastante comprometida com o crescimento de sua comunidade, a prefeitura buscou se enquadrar entre aquelas que estimulam o empreendedorismo, sobretudo, no segmento de micro e pequenos negócios. O reconhecimento do status de comprovação é uma ação do SEBRAE/RS e até o final de 2016 mais 19 municípios deverão ter a mesma avaliação.

De acordo com o gestor de Políticas Públicas do SEBRAE/RS Alexandre Schmitt a referência à Venâncio Aires como município que comprova a existência de Políticas de Desenvolvimento Institucionalizadas é a própria realidade encontrada no ambiente de negócios local. “O SEBRAE/RS iniciou recentemente uma nova fase na área de relacionamento com as prefeituras. Trata-se de uma evolução natural do trabalho que existe com o apoio para a implantação da Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas. Agora é o momento de verificar as boas consequências que a Lei proporciona ou auxiliar na melhoria de processos para que todos alcancem sucesso”, explica. Em Venâncio Aires a Lei Geral é uma realidade desde 2009.

Para atingir o status de Políticas de Desenvolvimento Institucionalizadas, o município deve atender a quatro grandes eixos. São eles:

  • Atores do Desenvolvimento; Agente de Desenvolvimento ou Secretário de Desenvolvimento nomeado e capacitados;
  • Desburocratização e simplificação dos seus processos para a abertura e licenciamento das MPEs;
  • Sala do Empreendedor: com atendimento às MPEs do município de forma estruturada.
  • Compras Públicas: com utilização dos benefícios previstos para as MPEs por meio da lei 147/2014 e da Lei da Merenda Escolar.

A revelação nos números

O secretário de Desenvolvimento Econômico de Venâncio Aires, Hélio Lawall, confirma que as ações decorrentes da aplicação da Lei Geral geraram uma série de novas posturas da própria prefeitura, seus servidores e também dos empresários que já tinham seus negócios formalizados ou se tornaram formais a partir das mudanças. “É difícil comentar em poucas palavras tudo o que aconteceu desde 2009, porém, hoje, temos a certeza de que há uma sintonia entre poder público e sociedade no que diz respeito ao ambiente de negócios. Há mais segurança no trâmite de processos, agilidade, disposição e estímulo”, anima-se.

Lawall ressalta que a fiscalização orientadora representa o cumprimento de mais um dos capítulos constantes no Plano de Desenvolvimento Local (PDL) da cidade. “Queremos fomentar o desenvolvimento de nossos empreendedores a partir da formalidade. Nesse ponto específico, de 2013 para junho de 2016, o número de Microempreendedores Individuais, por exemplo, cresceu de 1.020 para 1.752”, aponta. “A operação de empresas dentro da legalidade propicia melhores métodos de gestão e prospecção de novos negócios, beneficiando os próprios empresários e o município, por meio da arrecadação revertida em prol de serviços à população”, encerra.

Conforme dados compilados pelo agente de desenvolvimento da secretaria, Cristiano Kaufmann, em torno de 80% das compras efetuadas de fato pela prefeitura são de Micro e Pequenas Empresas. Para isso, “há sempre um trabalho de divulgação de editais e convencimento do empresário local para participar dos certames”, conta, lembrando que também a atuação da equipe de atendimento na Sala do Empreendedor potencializa a procura dos editais com esclarecimentos sempre constantes.

Iniciada no final de 2011, a Sala do Empreendedor tem sido uma verdadeira central de inovações que agradam a comunidade empresarial de Venâncio Aires. A novidade mais recente é que, por meio da Sala, haverá visitas de orientação nas micro e pequenas empresas e aos Microempreendedores Individuais (MEIs). “A ideia é focar no incentivo à formalização e à capacitação nos empreendimentos”, observa o agente. As visitas serão feitas a empresas que já encaminharam pedidos em busca da formalização, mas ainda aguardam o desfecho dos trâmites burocráticos.

De acordo com Kaufmann, a parceria do SEBRAE/RS tem sido eficaz ao longo do tempo no sentido de ajustar os serviços conforme as necessidades dos empreendedores, como disponibilizar orientação jurídica, encaminhamento ao crédito, orientação técnica de projetos de PPCI, além da consultoria do próprio SEBRAE/RS para as empresas que buscam conhecimento em gestão e demais questões de mercado.

Como forma de auxiliar o Agronegócio, que é muito forte na cidade, a prefeitura firmou parceria com o Programa Juntos para Competir (FARSUL, SENAR-RS e SEBRAE/RS), no qual produtores de Hortaliças e Agroindústrias recebem capacitação na área de gestão, bem como participam de missões técnicas, além de orientação na propriedade, diretamente ligada ao produto que eles comercializam.

Confira a evolução da formalização de empresas em Venâncio Aires:

ANO MPEs MEIS Total
2013 3.188 1.020 4.442
2014 3.336 1.309 4.886
2015 3.469 1.664 5.386
2016 3.522 1.752 5.685

* No total de empresas da cidade estão incluídas as de médio e grande portes

 

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Siga o SEBRAE RS

Notícias

20 de Outubro de 2017

Turismo impulsiona o desenvolvimento de Morro Redondo

SAIBA MAIS

 

20 de Outubro de 2017

Seminário sobre a Junta Digital ocorre em Lajeado

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 20/10/2017 12:01

Seminário Crescer Sem Medo debate mudanças do Simples Nacional

Sebrae RS Podcast 18/10/2017 16:36

Projeto Costa Doce Natureza promove rodada de negócios