Loading SEBRAE

Mais buscados: sei credito Consultoria boas praticas Empretec

Loading SEBRAE

Notícias

Sucessão familiar no campo

Evento, promovido pela EMATER/RS, ocorre em Silveira Martins

22/11/17

Da Redação

COMPARTILHE

Silveira Martins – O papel do jovem nas propriedades e as perspectivas no campo são os temas do Seminário Regional da Juventude Rural, que está sendo realizado nesta quarta-feira, no Salão Paroquial de Silveira Martins. O evento é promovido pela EMATER/RS com a participação do SEBRAE RS em uma palestra sobre a importância da gestão.

Sucessão Familiar é tema de evento em Silveira Martins (Foto: Banco de Imagens)

A sucessão familiar na agricultura, tema que vem sendo observado e estimulado pelas duas entidades, ganha reforço quando se fala em continuidade da propriedade, gestão rural e perspectivas de novos negócios. Conforme o técnico da Regional Centro do SEBRAE RS Rômulo Vieira o movimento contrário, de permanência no campo, está aumentando. “Percebemos que os jovens estão retornando ou até escolhendo permanecer atuando nas atividades iniciadas pelos pais. Por isso, nossa contribuição aborda a importância de gerir um negócio nesse segmento”, disse.

A palestra, que será proferida pela técnica Camila Paim, levará questões como os aspectos gerais para uma gestão efetiva, incluindo os custos de produção, ferramentas de controle e, ainda, detalhará as iniciativas que o SEBRAE RS oferece para auxiliar quem quer deseja aprofundar o conhecimento sobre o assunto. “Esses temas serão apresentados para um público que ainda não faz parte das nossas ações. Nossa aproximação com a Emater/RS tem como objetivo reforçar o trabalho de esclarecer e apresentar possibilidades para eles ficarem próximos das famílias”, ressalta Vieira.

Para a gerente regional da EMATER RS, Regina Hernandes, trabalhar com o jovem na questão da sucessão familiar é um desafio constante e, por conta disso, a entidade desenvolve, desde 2016, uma série de iniciativas para estimular a permanência no campo. “Iniciamos com um trabalho que, no início, ajudava na organização de jogos rurais, mas com o tempo focamos na continuidade das atividades nas propriedades, pois percebemos que o meio rural é predominado por pessoas idosas ou aposentados. Então, surgiu um projeto piloto em 13 municípios da região de Santa Maria”, explica.

A gerente conta que, nesse processo, é fundamental atuar com as duas pontas, ou seja, a família e o jovem. Segundo ela, “se os pais reclamam constantemente do trabalho árduo ou não possibilitam ganhos financeiros aos seus filhos, ou não abrem espaço para novas ideias, fica difícil despertar esse interesse em ficar”, ressalta. Regina afirma que ninguém permanece no campo apenas porque existe qualidade de vida ou pelas belezas da cidade, mas sim pela possibilidade de gerar renda. Nesse contexto, o Seminário é uma extensão das diversas atividades que estão sendo feitas com diversos parceiros, entre entidades, prefeituras e o próprio SEBRAE RS.

“É preciso parar de apenas proferir o discurso sobre a importância do jovem no campo, que é fundamental, tendo em vista o papel da agricultura nas sociedades, mas sim agir com planos reais”, defende a gerente. Ela aponta, também, esforços do governo, como o programa estadual chamado Bolsa Juventude Rural, que seleciona projetos e, durante 10 meses, destina R$ 200,00 para que o contemplado inicie ações de melhorias e geração de renda nas propriedades. “Precisamos unir esforços e somos gratos ao apoio do SEBRAE RS nessa ação. Esperamos em breve obter indicadores positivos”, finaliza.

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Siga o SEBRAE RS

Notícias

22 de Fevereiro de 2018

Projeto Loja na Moda retoma atividades em Santa Maria

SAIBA MAIS

 

22 de Fevereiro de 2018

NRF 2018 será tema de série de palestras online do Sebrae RS

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 16/02/2018 11:12

Conexão da Moda tem inscrições abertas para lojas do setor

Sebrae RS Podcast 15/02/2018 11:05

Projeto busca aproximação entre varejo e indústria de moda no RS