Loading SEBRAE

Mais buscados: sei Credito consultoria Boas Praticas empretec

Loading SEBRAE

Notícias

Sucessão familiar em propriedades rurais é tema de curso em Roque Gonzales

20/01/16

Da Redação

COMPARTILHE

Ação do Projeto PISA Noroeste será realizada nos dias 26 e 27 de janeiro

Da Redação

O tema Sucessão Familiar na estará em destaque na região Noroeste (Foto: Banco de Imagens)

Roque Gonzales – A manutenção do jovem no campo é um tema fundamental para planejar o futuro da propriedade rural. Esse é um dos assuntos abordados no Curso Sucessão e Profissionalização nos Negócios Familiares Rurais. A atividade integra o Projeto Produção Integrada de Sistemas Agropecuários (PISA), uma ferramenta do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), em parceria com o programa Juntos para Competir (FARSUL, SENAR-RS e SEBRAE-RS). O curso, exclusivo para os participantes do PISA em Roque Gonzales, será realizado nos dias 26 e 27 de janeiro.

A gestora de projetos de Agronegócio do SEBRAE/RS na região Noroeste, Eloisa Muxfeldt Arns, conta que o objetivo principal é orientar o produtor rural para as questões familiares, de sucessão e requisitos legais relacionados à posse das propriedades. “A atividade faz parte do 4º ano do projeto na região e será levada a cada mês para um dos municípios participantes. O primeiro é em Roque Gonzales. Em fevereiro, será em Rolador. Em março, Ubiretama e assim por diante”, explica.

São 16 horas de curso e mais duas horas de consultoria específicas para cada propriedade. O ministrante será o engenheiro agrônomo Flávio Cazarolli. Ele explica que serão abordados dois temas principais: o planejamento da sucessão, com a preparação da chegada dos filhos e da sociedade familiar para receber a nova geração; e o patrimônio, com as questões de planejamento tributário e transferência de bens, entre outras.

Uma das temáticas fundamentais será a permanência do jovem no campo. “É natural que qualquer pai queira que seu filho seja seu sucessor, mas hoje a nova geração tem opções e precisa estar motivada a ficar”, observa Cazarolli. Para o consultor, fatores como renda, vocação natural, participação nas decisões e inovação tecnológica e acesso à internet podem ser fundamentais. “O jovem também quer tempo livre para atividades de lazer e o reconhecimento da família”, complementa. É por isso que o processo de sucessão deve ser pensado desde cedo, promovido pelos próprios pais. “O debate da sucessão é uma das questões mais importantes do meio rural”, conclui.

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Siga o SEBRAE RS

Notícias

19 de Janeiro de 2018

Expodireto 2018 contará com estande coletivo do Sebrae RS

SAIBA MAIS

 

19 de Janeiro de 2018

Mais de R$ 9,5 milhões em vendas na Couromoda

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 17/01/2018 17:54

Empresas do projeto Alimentos Premium começam a colher frutos

Sebrae RS Podcast 17/01/2018 17:52

Programa D’Olho na Qualidade Rural leva conhecimento e lucro para agroindústrias