Loading SEBRAE

Mais buscados: sei credito consultoria boas praticas empretec

Loading SEBRAE

Startup

Feedback importa

Startups: como testar hipóteses e lidar com o olhar do mercado

05/07/17
Debora Chagas

Debora Chagas

Coordenadora Estadual da Startups e Economia Digital do SEBRAE RS

COMPARTILHE
O feedback do cliente é importante, já que o negócio depende dele para existir.

Parte do processo de modelagem de negócios de uma startup passa por testar hipóteses de produtos e serviços que serão colocados no mercado. Para isso, é necessário fazer testes reais, prestando atenção em falsos resultados positivos. É muito comum que empreendedores testem ideias perguntando se alguém consumiria o produto imaginado. De acordo com o professor da Faculdade de Informática da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (Facin/PUCRS) Rafael Chanin, isso é ilusório e deve-se buscar sempre simular o ambiente mais parecido possível com aquele em que o consumo acontecerá.

É importante também lembrar da importância de equilíbrio no momento de avaliar a opinião do mercado e do próprio público em relação à sua empresa. Nem sempre o que avaliadores externos esperam é o que faz sentido de verdade para o empreendedor. Ao mesmo tempo, prestar atenção na opinião do cliente é se mostrar aberto a receber críticas, o que é essencial se você pretende que seu produto seja consumido.

77_1214_gcomgind_economiadigital_testarhipoteses_840x415

– A gente precisa ter cuidado para não ser levado pelos outros nessas avaliações, se preocupando com o que acham que devemos nos preocupar. Mas o feedback do cliente é importante, já que afinal o negócio depende dele para existir – avalia o professor.

Chanin cita como exemplo a experiência do Facebook, que foi muito mais feliz em perceber o feedback dos usuários, de que queriam uma rede social que abrangesse mais do que apenas a universidade, que era o objetivo inicial da plataforma, do que de fato cumprir suas metas. O produto pode até mudar, mas se ele estiver agradando o cliente, é isso que conta.

– O problema está em colocar algo à disposição e ninguém querer aquilo. O feedback é importante até para lidarmos com um retorno que não esperávamos. Abre os nossos olhos – adverte Chanin.

Para ilustrar, vamos pensar no trabalho de um restaurante. Se você precisa testar um prato, é muito mais interessante colocá-lo em um cardápio durante alguns dias e ver se alguém o pede do que simplesmente começar a produzi-lo. No caso de ninguém pedir, não é necessário fazer nada, já que a ideia não cativou as pessoas. Talvez seja o momento de mudar o nome do prato, apresentar de outra forma ou desistir dele. Se alguém se interessar, pode-se dizer que está em falta e pedir desculpas educadamente. Uma pequena frustração pode ser manejada mais facilmente do que um tombo no entusiasmo por um projeto não ter dado certo.

Técnicas para testar hipóteses

O sócio da Semente Negócios, empresa especializada em educação e empreendedorismo, Maurício Vidor, explica algumas das técnicas mais utilizadas para testar ideias.

  • Teste de fumaça –  pretende dar um sinal de como o produto para entender se há demanda. É como um sinal de fumaça mesmo, apenas um indicativo, que pode ser uma landing page ou um vídeo, por exemplo.
  • Blefe da solução – a empresa afirma já ter o produto pronto e espera que as pessoas se cadastrem em algum lugar para identificar a demanda.
  • Concierge – O produto é transformado em um serviço. Assim, tenta-se fornecer aquilo que o produto promete entregar quando completo. É útil para entender a experiência e visualizar se é realmente possível resolver o problema.
  • Mágico de Oz – É criada uma “casca” do produto com uma cara tecnológica, mas a ação, na realidade, estará sendo feita de forma manual. Isso é muito comum com aplicativos em estágio inicial, para testar as condições de trabalho. “Se chama dessa forma porque as pessoas estão lá trabalhando por trás das cortinas para que aquilo que ainda não é um sistema automatizado funcione como se fosse”, comenta.
COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Notícias

15 de Dezembro de 2017

Empresas da saúde conquistam resultados com projeto do Sebrae RS

SAIBA MAIS

 

14 de Dezembro de 2017

Sebrae RS disponibiliza conteúdo online gratuito

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 15/12/2017 15:14

Palestra traz impactos de novo sistema para pequenas empresas

Sebrae RS Podcast 15/12/2017 11:48

Pizzaria se moderniza inspirada em poesia, com apoio do Sebrae