Loading SEBRAE

Mais buscados: sei credito Consultoria BOAS PRATICAS Empretec

Loading SEBRAE

Notícias

Polo Gastronômico na Região Centro

29/05/15

Da Redação

COMPARTILHE

Iniciativa vai atender 110 empreendimentos de alimentação fora do lar

Da Redação

Restaurantes e lanchonetes serão qualificados (Foto: Banco de Imagens)

Santa Maria – O lançamento do projeto Polo Gastronômico na Região Centro, iniciativa do SEBRAE/RS, vai garantir um sabor diferente na gestão dos negócios locais. O projeto, que prevê a realização de cursos e participação em eventos do setor, tem duração de dois anos. A primeira turma já está participando de capacitações, com atividades programadas até dezembro deste ano. Empresas interessadas ainda podem se inscrever pelo telefone (55) 3223-2277 ou pelo e-mail carlosj@sebrae-rs.com.br. A iniciativa conta com apoio da Associação de Hotéis, Restaurantes, e Agências de Viagens e Turismo (AHTURR).

O Polo Gastronômico da Região Centro vai atender empreendimentos de Santa Maria, Santiago e a chamada Quarta Colônia, que engloba sete municípios de colonização italiana. Conforme explica o gestor do projeto na Regional Centro do SEBRAE/RS, Carlos Henrique Karsten, a escolha da localidade para aplicação da iniciativa, já consagrada em Porto Alegre e Região Metropolitana, deve-se à quantidade de empresas que prestam serviços de alimentação fora do lar instaladas na região. “Além disso, aqui se concentram dois públicos interessantes: funcionários públicos, por sua renda, e estudantes que, culturalmente, comem fora de casa e gostam de se divertir à noite em lanchonetes, bares e restaurantes”, explica.

Serão atendidas 110 empresas, por meio de capacitações em gestão de pessoas; finanças; boas práticas de fabricação; missões empresariais, como o Seminário de Gestão para a Gastronomia em Porto Alegre e o Equipotel, entre outras atividades. São restaurantes, bares, lancherias, pizzarias, cafés, padarias, churrascarias, fornecedores de refeições coletivas e empresas do segmento que fornecem alimentação. “Nosso objetivo é potencializar esses negócios, auxiliando na qualificação e no constante aprimoramento da segurança alimentar”, destaca Karsten.

Entre os empresários que já integram as atividades do polo está Ana Amélia de Freitas Saccol, que atua no setor há 19 anos. Ela administra em parceria com a mãe uma rede de seis lanchonetes instaladas em locais internos, como clubes e instituições de ensino. Amélia conta que está aplicando uma série de mudanças em sua empresa a partir da missão que integrou este mês para a NRF Show, maior feira de alimentação fora do lar, que ocorreu em Chicago, nos Estados Unidos. “Foi incrível não apenas pelo evento, mas pela troca de experiências entre os outros empreendedores do grupo. Observei que lá existe uma tendência em alimentação mais saudável, com sanduíches diferentes, e trouxe isso para cá. Era justamente o que o meu público demonstra interesse”, disse.

O Polo Gastronômico deve ajudar a empresária a superar obstáculos que surgem no seu trabalho. Entre eles, Amélia aponta o fato de estar inserida em locais fechados. “É preciso diversificação e oferecer preço baixo, pois teoricamente o aluno come aqui todos os dias. Os salários aumentaram, a inflação voltou, então é necessário encontrar formas de repassar isso ao cliente sem muito impacto”, finaliza.

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Siga o SEBRAE RS

Notícias

20 de Outubro de 2017

Turismo impulsiona o desenvolvimento de Morro Redondo

SAIBA MAIS

 

20 de Outubro de 2017

Seminário sobre a Junta Digital ocorre em Lajeado

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 20/10/2017 12:01

Seminário Crescer Sem Medo debate mudanças do Simples Nacional

Sebrae RS Podcast 18/10/2017 16:36

Projeto Costa Doce Natureza promove rodada de negócios