Loading SEBRAE

Mais buscados: sei Credito Consultoria Boas Praticas Empretec

Loading SEBRAE

Saúde

Setor Hospitalar

Um novo modelo para a cadeia de negócios

10/01/18
Ana Paula Rezende

Ana Paula Rezende

Coordenadora Estadual da Saúde do SEBRAE RS

COMPARTILHE
O papel central dos hospitais na saúde brasileira é buscar um novo modelo que estabeleça outras bases de negociação com planos de saúde e promova a profissionalização da gestão das instituições

Os hospitais são instituições ligadas basicamente ao processo de recuperação de pacientes. Esse processo se insere em um esquema muito maior, que envolve o modelo 2P, 2R (Promoção, Prevenção, Recuperação e Reabilitação).

O elo entre os hospitais públicos e privados traça uma radiografia completa da cadeia de negócios deste promissor segmento, que mostra as principais transformações, os desafios e oportunidades e as perspectivas, especialmente a partir da abertura do mercado à participação do capital estrangeiro em hospitais privados, que deverá impulsionar o setor nos próximos anos.

O papel central dos hospitais na saúde brasileira é buscar um novo modelo. Ele deve estabelecer outras bases de negociação com planos de saúde e promover a profissionalização da gestão das instituições.

Entre as perspectivas do segmento hospitalar privado, destaca-se o grande potencial de crescimento desse mercado, que, apesar da crise econômica, ainda é bastante atrativo, principalmente pelo interesse dos investidores internacionais. Isso é estimulado pelo atual cenário cambial desvalorizado, e também contribuem as consequências na área da saúde do acelerado processo de envelhecimento da população, relacionadas às doenças crônicas, que elevam os gastos com tratamentos prolongados.

O país possui grande e complexa rede hospitalar, com cerca de 280 mil estabelecimentos cadastrados no Ministério da Saúde. Apenas hospitais são mais de 6 mil, dos quais 70% são privados, seguidos pelos municipais (21%), estaduais (8%) e federais (1%).

A análise abaixo traça um detalhamento da quantidade de hospitais público e privados no Estado do Rio Grande do Sul, por região:

O Rio Grande do Sul conta atualmente como 377 estabelecimentos hospitalares distribuídos por 274 dos 496 municípios. A RMPA apresenta a maior concentração dos estabelecimentos hospitalares – 74 unidades no total. Somente Porto Alegre conta com 33 estabelecimentos, mas existem outros importantes núcleos distribuídos pelo Estado, tais como Passo Fundo, Santa Maria, Caxias do Sul e Pelotas.

Outros números relevantes do Estado no setor da saúde:

  • Rio Grande do Sul é o segundo polo hospitalar do Brasil;
  • O Estado apresenta o terceiro maior índice de leitos por 1.000 habitantes do Brasil;
  • Conta com 13.278 médicos em atividade na capital e 14.563 espalhados pelo interior;
  • De acordo com o Censo 2015, o Estado concentra a maior população de idosos do Brasil. Porto Alegre possui uma população de 1.475.717 habitantes, dos quais 211.896 têm 60 anos ou mais. Sendo a capital brasileira com maior proporção de idosos (14%);
  • O Estado é recordista em transplante de órgãos. Em 2014 foram 2.075 procedimentos e em 2015 foram 2.274, ou seja, um aumento de quase 10%;
  • Em Porto Alegre, oito hospitais são especializados (destinados à prestação de assistência à saúde em uma única especialidade/área) em Cardiologia, sendo quatro Universitários;
  • São oito os hospitais de pronto atendimento (24 horas) na capital;
  • Porto Alegre conta com 107 unidades de saúde da família e 112 bases de atendimento SAMU;
  • A capital também possui 25% dos leitos do Rio Grande do Sul, aproximadamente 6.724 leitos, sendo 38% do Sistema Único de Saúde – SUS, segundo o Ministério da Saúde.
COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Notícias

16 de Fevereiro de 2018

Programa auxilia propriedades a organizar rotinas de trabalho

SAIBA MAIS

 

15 de Fevereiro de 2018

Ferramentas online para o agronegócio

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 16/02/2018 11:12

Conexão da Moda tem inscrições abertas para lojas do setor

Sebrae RS Podcast 15/02/2018 11:05

Projeto busca aproximação entre varejo e indústria de moda no RS