Loading SEBRAE

Mais buscados: sei Credito Consultoria BOAS PRATICAS Empretec

Loading SEBRAE

Notícias

São Leopoldo é destaque em Perfil das Cidades Gaúchas

21/07/16

Da Redação

COMPARTILHE

Saneamento básico e expectativa de vida são pontos altos da cidade

Da Redação

São Leopoldo é destaque em índices de qualidade de vida (Foto: Divulgação)

São Leopoldo – Os principais indicadores reunidos em único documento para cada um dos 497 municípios do Rio Grande do Sul. É o Perfil das Cidades Gaúchas, uma publicação digital exclusiva, elaborada pelo SEBRAE/RS, a partir da compilação de 45 dados econômicos, populacionais, educacionais, de consumo e de saúde. O material, organizado em gráficos e comparativos, está disponível no site do SEBRAE/RS.

O Perfil das Cidades Gaúchas pode ajudar na tomada de decisões de rumos e investimentos tanto de governos quanto da área empresarial. “O SEBRAE/RS vem atuando fortemente em programas de políticas públicas para estimular o desenvolvimento dos municípios”, informa o superintendente do SEBRAE/RS, Derly Fialho. “O Perfil das Cidades Gaúchas pode sustentar estratégias que levam à melhoria de ambiente da economia, da saúde e da educação e torná-lo mais propício para as micro e pequenas empresas e para toda a comunidade”, destaca.

Qualidade de Vida

Pela publicação é possível observar que São Leopoldo se destaca em alguns critérios fundamentais para a qualidade de vida da população. O município tem uma rede geral de abastecimento de água tratada e encanada que alcança 97,4% da população. E a rede geral de esgoto sanitário e pluvial tem uma cobertura de quase 80%. Os dados divulgados pelo último Censo do IBGE em 2010 acabam se refletindo também na saúde e na expectativa de vida, que passou de 67,9 anos em 1991 para 76,7 em 2010.

Outra informação interessante diz respeito ao potencial de consumo da cidade. “São Leopoldo ocupa a 6ª posição no Estado neste indicador”, destaca Andréia Grätsch do Nascimento, técnica da Gerência Estratégica do SEBRAE/RS, responsável pelo levantamento. “O mesmo estudo, elaborado pelo IPC Marketing, revela que 31% dos domicílios do município se enquadram nas classes A e B, com rendimentos superiores a R$ 4.400 mensais”, complementa. Essa informação pode auxiliar as empresas a optarem pelo fornecimento de produtos e serviços de maior valor agregado para esse segmento da população.

A origem do mapeamento

O Perfil das Cidades começou a ser elaborado como piloto em julho de 2015 para as regionais “Sul” e “Campanha e Fronteira Oeste” do SEBRAE/RS. As primeiras publicações foram entregues aos municípios dessas regiões, que já estão participando de um programa de desenvolvimento regional e estão auxiliando na tomada de decisões das lideranças e do poder público. “A partir de uma base de indicadores em comum, decidimos estender o levantamento a todos os 497 municípios do Estado. São informações provenientes de diversas fontes e alguns divulgados publicamente pela primeira vez, como é o caso dos rankings de potencial de consumo e de compras públicas”, detalha Andréia. Os dados serão atualizados anualmente e acrescidos de novos indicadores, sempre que forem relevantes para a análise completa das cidades.

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Siga o SEBRAE RS

Notícias

20 de Outubro de 2017

Turismo impulsiona o desenvolvimento de Morro Redondo

SAIBA MAIS

 

20 de Outubro de 2017

Seminário sobre a Junta Digital ocorre em Lajeado

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 20/10/2017 12:01

Seminário Crescer Sem Medo debate mudanças do Simples Nacional

Sebrae RS Podcast 18/10/2017 16:36

Projeto Costa Doce Natureza promove rodada de negócios