Loading SEBRAE

Mais buscados: sei consultoria Credito Boas Praticas Empretec

Loading SEBRAE

Notícias

RS avança na desburocratização de abertura de empresas

RS avança na desburocratização de abertura de empresas

11/01/17

Da Redação

COMPARTILHE

emfoco_-_9_de_janeiro_-_redesimples_-_pequena-355x222

Porto Alegre – Um sistema promovido pelo SEBRAE/RS e pela Junta Comercial, Industrial e Serviços (Jucis-RS) está impulsionando os primeiros passos das micro e pequenas empresas gaúchas. É a REDESIMPLES, que integra Receita Federal, Junta Comercial, órgãos estaduais e prefeituras para facilitar e agilizar o processo de abertura de empresas. Graças aos resultados desse programa, o Estado subiu 12 posições no ranking nacional da REDESIMPLES em 2016 e alcança o 14º lugar entre as unidades da federação integradas ao sistema. Nesse levantamento, o Rio Grande do Sul está à frente de Estados como São Paulo, Rio de Janeiro e Paraná.

O avanço representa mais facilidades para os pequenos negócios. “São 80 municípios com a REDESIMPLES integrada, o que beneficia 60% de todas as empresas do Estado”, contabiliza Janaína Zago Medeiros, coordenadora da REDESIMPLES pelo SEBRAE/RS. O número contempla grandes cidades como Porto Alegre, Santa Maria, Pelotas e Rio Grande, que implementaram o programa no ano passado. O ranking também leva em conta a integração de órgãos estaduais como a Secretaria da Fazenda, do Meio Ambiente, a Vigilância Sanitária e o Corpo de Bombeiros, o que contribuiu para dar mais agilidade ao registro e à liberação dos alvarás para funcionamento das empresas.

Rumo aos 100

Para 2017, o objetivo é continuar a expansão e aperfeiçoar o sistema. “Devemos acrescentar 20 municípios à lista, totalizando 100 cidades gaúchas integradas à REDESIMPLES, contemplando então mais de 80% das empresas do RS”, projeta Janaína. Além disso, a ideia é reduzir o prazo para abertura de empresas. Segundo dados do Banco Mundial de 2016, leva-se em média 101 dias para obtenção do registro de um empreendimento no Brasil. No Rio Grande do Sul, uma pesquisa realizada com contadores dos municípios atendidos pela REDESIMPLES, em setembro, identificou o prazo médio de 31 dias para abertura de empresas. “Nossa meta é melhorar o sistema para garantir que esse tempo seja reduzido ainda mais”, revela a coordenadora. Até o momento, já se faz a viabilidade da empresa de forma on-line, integrando todos os órgãos envolvidos neste processo. Agora, o objetivo é completar toda a etapa da formalização, incluindo a emissão dos alvarás e possibilitar o trâmite de todo o processo de forma eletrônica. “Assim, fomentamos o empreendedorismo, que é essencial para o desenvolvimento econômico de nosso Estado”, conclui.

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Siga o SEBRAE RS

Notícias

22 de Setembro de 2017

Salão da Inovação será destaque na Mercopar

SAIBA MAIS

 

21 de Setembro de 2017

Doces de Pelotas no cardápio da 25ª Avaliação Nacional de Vinhos

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 22/09/2017 09:32

Doces de Pelotas serão servidos na Avaliação Nacional de Vinhos

Sebrae RS Podcast 21/09/2017 11:32

Encontro em Santa Maria busca soluções digitais para a educação