Loading SEBRAE

Mais buscados: SEI CONSULTORIA Credito Boas Praticas Empretec

Loading SEBRAE

Notícias

Referências do e-commerce no Salão do Empreendedor

06/11/15

Da Redação

COMPARTILHE

Evento gratuito ocorre no dia 8 de novembro durante a Frinape

Da Redação

Comércio eletrônico estará em destaque no Salão do Empreendedor (Foto: Banco de imagens)

Erechim – Um dos mercados que mais cresce no Brasil e no mundo será tema de um evento específico durante o Salão do Empreendedor. É o Seminário de Comércio Eletrônico, que ocorre no próximo domingo, 8 de novembro, das 10h às 18h, no Parque da Associação Comercial, Cultural e Industrial de Erechim (ACCIE), na rua Henrique Salomoni, s/n. A iniciativa do SEBRAE/RS integra a Frinape, em Erechim.

O Seminário de Comércio será realizado em parceria com a E-Commerce Brasil. A técnica de Gerência de Soluções do SEBRAE/RS, Marie Christine Julie Mascarenhas Fabre, conta que o evento propõe uma temática inovadora como alternativa de negócio para os empresários da região. “Buscamos o E-Commerce Brasil para a curadoria de conteúdo, pois eles são referência no País”, complementa a técnica.

A diretora-executiva do E-Commerce Brasil, Vivianne Vilela, abrirá o evento e fará a mediação das palestras. “Preparamos um seminário todo customizado para os pequenos negócios”, relata. “A ideia é apresentar os pilares do comércio eletrônico, que são logística, planejamento e vendas, para que os participantes saiam do seminário e consigam fazer ou demandar as ações para o planejamento e abertura de sua loja on-line”, destaca.

Em alta na crise

No ano passado, o comércio eletrônico movimentou R$ 35,8 bilhões no Brasil, uma expansão de 24%. Só no primeiro semestre deste ano, o segmento faturou 16% a mais que no mesmo período de 2014, chegando a R$ 18,6 bilhões. E, por incrível que pareça, a crise favorece esse tipo de compra. Pesquisa realizada pelo Webshoppers 3e – eBit aponta que, neste cenário econômico de maior instabilidade, os e-consumidores reportaram que nos dois primeiros trimestres do ano a intenção de compra no comércio eletrônico seria maior, uma vez que a internet possibilita uma aquisição mais planejada ao permitir que preços e produtos sejam comparados com grande facilidade antes da decisão.

A 2ª pesquisa nacional realizada em parceria entre o SEBRAE Nacional e o E-Commerce mostrou dados muito interessantes sobre os canais de venda e o porte das empresas. Por exemplo, 84% dos MEIs possuem somente e-commerce para comercialização de seus produtos e serviços. E 59% das microempresas estão restritas a esse canal de comercialização. Outro dado relevante, obtido na pesquisa, demonstra que 75% do faturamento dos negócios que atuam com e-commerce é concentrado em pequenos negócios. No entanto, esses empreendimentos enfrentam um desafio importante. “A mortalidade das micros e pequenas com lojas on-line é grande, pois o processo de entrada é simples, mas a lógica gerencial é muito complexa e demanda mapeamento e agilidade nos processos em cada etapa, além das mudanças constantes e inerentes ao meio digital”, alerta o estudo. Essa conclusão reforça a importância das informações sobre o setor e do planejamento para ingressar no mundo dos negócios virtuais de forma bem-sucedida.

Acesse aqui a programação completa do Seminário de Comércio Eletrônico.

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Siga o SEBRAE RS

Notícias

19 de Setembro de 2017

Gaúchas que serão destaque no Cachaça Trade Fair 2017

SAIBA MAIS

 

18 de Setembro de 2017

Mercopar recebe inscrições para as Rodadas de Negócios até quarta-feira

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 19/09/2017 15:36

Cachaçarias gaúchas participam de feira em São Paulo

Sebrae RS Podcast 18/09/2017 11:22

Empreendedoras criam calcinha que dispensa uso de absorvente