Loading SEBRAE

Mais buscados: sei credito consultoria boas praticas EMpretec

Loading SEBRAE

Notícias

Programa Juntos para Competir contabiliza bons resultados na Expointer 2015

06/09/15

Da Redação

COMPARTILHE

Estande conjunto da FARSUL, SENAR-RS e SEBRAE/RS registrou mais de 5 mil atendimentos durante a feira

Da Redação

Carlos Sperotto (em pé) apresentou resultados durante almoço na Expointer, neste domingo (Foto: Fagner Almeida)Esteio – O estande do Programa Juntos para Competir, ação desenvolvida pela FARSUL, SENAR-RS e SEBRAE/RS registrou bons resultados na Expointer 2015. No espaço localizado no Pavilhão Internacional do Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio, foram contabilizados 5.555 atendimentos. O estande do programa contou com diversas atrações, como a Estufa Conceito, que mostrou alta tecnologia no cultivo protegido, a Vitrine da Carne da Gaúcha e um espaço destinado à eficiência energética, além da Vitrine do Leite, este ano apresentada no Pavilhão do Gado Leiteiro.

A novidade de 2015 foi a instalação de uma estufa para a produção de verduras e frutas, que apresentou aos visitantes três situações de cultivo protegido: sistema hidropônico (folhosas), semi-hidropônico (morangos em substrato) e cultivo de tomates em vasos. No espaço foi apresentado o conceito de alta produção, com uso de tecnologias modernas como a irrigação por gotejamento, a ferti-irrigação e sistema de controle com central computadorizada. Também foram exploradas questões de sustentabilidade como o aproveitamento da água da chuva e a utilização de energia solar. Outro destaque do espaço é a possibilidade de controlar o funcionamento da estufa através de um aplicativo para celular. A estufa trouxe para a Expointer tecnologias que já estão sendo utilizadas pelo produtor rural e fazendo grande diferença em qualidade e produtividade. O espaço registrou a presença de 1.762 pessoas na feira.

Na Vitrine da Carne Gaúcha, que chegou à sua 7ª edição, foi apresentada a qualidade da carne bovina, ovina e suína produzida pelos produtores gaúchos. O consultor que conduzia as dinâmicas de desossa na Vitrine ressaltou ao público visitante a qualidade das carcaças tanto da parte traseira como do dianteiro dos animais. Ao mesmo tempo, um chef de cozinha preparava receitas com os cortes selecionados. As dinâmicas realizadas durante a feira reuniram 2.753 pessoas. No local, os visitantes também puderam se cadastrar em totens e imprimir receitas com a carne de sua preferência.

Na segunda edição da Vitrine do Leite na Expointer foram contabilizados 890 atendimentos. O espaço trouxe informações sobre técnicas empregadas na cadeia leiteira gaúcha para a promoção da excelência e qualidade. As visitas orientadas mostraram todas as etapas de produção, desde o manejo de pastagens para alimentação do gado leiteiro, ordenha, armazenamento, até o processamento na indústria. A segunda etapa, conduzida por uma nutricionista, apresentou receitas a partir do leite, como iogurte, queijos e ambrosia.

No espaço de eficiência energética 150 visitantes tiveram acesso aos conceitos de sustentabilidade e a aplicabilidade dessas ideias nos sistemas de produção agropecuários. Além disso, os consultores das entidades ressaltaram aos visitantes que as energias renováveis (solar, eólica e biodigestores) são práticas possíveis e viáveis economicamente.

Conforme o presidente do Sistema Farsul e do Conselho Deliberativo Estadual do SEBRAE/RS, Carlos Rivaci Sperotto, o programa Juntos para Competir, criado há oito anos, consiste em ações integradas com foco em três pilares: gestão, tecnologia e acesso à mercado. “A partir de um conjunto de atividades e capacitações, o produtor rural fortalece seus processos de gestão e conduz seus negócios de forma estratégica”. Sperotto acrescenta, ainda, que o programa contribui para que toda tecnologia existente e validada pelas instituições de pesquisa do setor esteja ao alcance dos produtores e que seja, efetivamente, utilizada por grande parte das propriedades rurais.

Outras ações

Almoço na casa da Farsul na Expointer reuniu lideranças (Foto: Fagner Almeida)

Outra iniciativa do Programa Juntos Para Competir foi trazer à feira missões de produtores das regiões Planalto, Vale do Taquari e Rio Pardo e Sul. Para o gerente setorial de Agronegócios do SEBRAE/RS, João Paulo Kessler, os produtores rurais precisam ter a oportunidade de participar de eventos como a Expointer e, dessa forma, estarem presentes em diferentes fóruns de discussão e de conhecimento que ocorrem na feira.

O estande do Juntos Para Competir também foi importante como sede de encontros entre entidades na feira, como a reunião entre diretores das três entidades com a direção da Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs) e a recepção a integrantes da Câmara Agrícola Lusófona (CAL), que trouxe a Esteio empresários de Portugal, em busca de informações e conhecimento.

O programa Juntos para Competir teve como objetivo apresentar na feira a qualidade da produção agropecuária gaúcha para a população, em especial aos consumidores dos centros urbanos. “Da mesma forma, o Juntos considera importante aproximar os elos produtivos para fortalecer a sinergia, gerando maior percepção de que o agronegócio funciona através de uma complexa cadeia, e que se fortalece com a união de todos”, ressalta o diretor-superintendente do SEBRAE/RS, Derly Fialho.

Todo conhecimento e tecnologia explorados pelo programa na Expointer poderá ser acessado através da rede de atendimento do SEBRAE/RS e/ou nos Sindicatos Rurais vinculados á FARSUL. Para mais informações entre em contato pela Central de Relacionamento SEBRAE: 0800 570 0800.

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Siga o SEBRAE RS

Notícias

23 de Outubro de 2017

Oportunidades de negócios para empresas do setor de energia

SAIBA MAIS

 

20 de Outubro de 2017

Turismo impulsiona o desenvolvimento de Morro Redondo

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 23/10/2017 10:55

Evento em Lajeado apresenta vantagens da Junta Digital

Sebrae RS Podcast 20/10/2017 12:01

Seminário Crescer Sem Medo debate mudanças do Simples Nacional