Loading SEBRAE

Mais buscados: Sei CONSULTORIA Credito Boas praticas Empretec

Loading SEBRAE

Notícias

Prefeitura de Coronel Barros economiza ao comprar de micro e pequenas empresas

24/05/13

Da Redação

COMPARTILHE

Primeiro edital de compras públicas do município gerou uma redução de 35% com a aquisição de utensílios hospitalares

Da Redação

Aquisição reduziu de R$ 12 mil para R$ 8 mil aos cofres do município (Foto: Banco de Imagens)

Coronel Barros – A implementação da Lei Geral está gerando benefícios ao município de Coronel Barros, na região Noroeste do Rio Grande do Sul. Na primeira licitação exclusiva para micro e pequenas empresas (MPEs) realizada na cidade, a prefeitura economizou 35% com a compra de materiais de uso hospitalar em relação aos preços anteriormente praticados. A aquisição destes utensílios custava aos cofres do município R$ 12 mil, em média. Este valor caiu para cerca de R$ 8 mil com a aquisição direto das MPEs locais.

Para realizar o edital exclusivo para empresas de micro e pequeno porte a prefeitura de Coronel Barros contou com o apoio técnico do SEBRAE/RS através de consultorias para implementação da Lei Geral. “O SEBRAE capacitou o setor de compras do município e acompanhou o processo de realização do edital, garantindo que ele estivesse de acordo com a legislação no que diz respeito aos critérios de preço, qualidade e quantidade suficiente de fornecedores para a concorrência entre as empresas”, explica o técnico do SEBRAE responsável pelo programa Territórios da Cidadania na região Noroeste, Claudiomiro Reis.

Sancionada em 14 de dezembro de 2006 a Lei Geral reúne em um único diploma legal todos os temas de incentivo, desburocratização e desoneração relacionada às micro e pequenas empresas. Sobre as compras governamentais, a Lei prevê que as licitações de até R$ 80 mil devem ser exclusivas para micro e pequenas empresas e 25% do total orçado nas grandes licitações públicas devem ser reservados também para os pequenos negócios.

Dos 34 municípios que integram o Territórios da Cidadania na região Noroeste, onze já implementaram a Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas. São eles: Tiradentes do Sul, Derrubadas, Campo Novo, Chiapetta, São Martinho, Barra do Guarita, Nova Ramada, Tenente Portela, São Valério do Sul, Panambi e Ajuricaba.

 

Territórios da Cidadania

Criado em 2008 pelo Governo Federal, o Territórios da Cidadania promove o atendimento às atividades produtivas em localidades menos desenvolvidas e estimula a criação de um ambiente de negócios favorável ao desenvolvimento. “O SEBRAE, no seu papel de agente de desenvolvimento e na perspectiva de combater as desigualdades socioeconômicas, criou um programa estratégico para tornar a economia de localidades deprimidas mais pujante por meio dos pequenos negócios”, explica o presidente do SEBRAE/RS, Vitor Augusto Koch.

Os municípios que compõem o Territórios da Cidadania foram escolhidos pelo governo Federal e atendem critérios como Menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) territorial, baixo dinamismo econômico, segundo a tipologia das desigualdades regionais na Política Nacional de Desenvolvimento Regional (PNRD), do Ministério da Integração Nacional (MI), maio concentração de agricultores familiares, assentados, populações quilombolas e indígenas.

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Siga o SEBRAE RS

Notícias

22 de Setembro de 2017

Salão da Inovação será destaque na Mercopar

SAIBA MAIS

 

21 de Setembro de 2017

Doces de Pelotas no cardápio da 25ª Avaliação Nacional de Vinhos

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 22/09/2017 09:32

Doces de Pelotas serão servidos na Avaliação Nacional de Vinhos

Sebrae RS Podcast 21/09/2017 11:32

Encontro em Santa Maria busca soluções digitais para a educação