Loading SEBRAE

Mais buscados: sei consultoria Credito Boas Praticas Empretec

Loading SEBRAE

Notícias

Por que umas empresas crescem e outras não?

13/05/13

Da Redação

COMPARTILHE

Fórum do Varejo, em Porto Alegre, abordou questões como comportamento do consumidor e tendências de mercado

Presidente do Sebrae/RS, Vitor Koch, fez o discurso de abertura do evento (Foto: João Alves)

Porto Alegre – Mais de mil empreendedores do setor varejista gaúcho participaram do 4º Fórum Estadual do Varejo nesta segunda-feira, dia 13 de maio, promovido pelo SEBRAE/RS. Realizado em Porto Alegre, reuniu palestrantes que abordaram temas como o novo comportamento do consumidor, tendências de mercado e a relação da nova classe média com as pequenas empresas. O evento trouxe cases de sucesso e o empreendedorismo de Amyr Klink – único navegador a realizar a travessia a remo do Atlântico Sul.

O presidente do SEBRAE/RS, Vitor Augusto Koch, abriu o Fórum lembrando aos empreendedores sobre o QComércio – Programa da Qualidade no Comércio, que está atendendo 300 MPEs e abriu vagas para mais 300 pequenos negócios do setor, interessados em investir na qualidade da gestão. “A cada edição do Fórum do Varejo reunimos mais empreendedores e este é o momento de compartilharmos as boas iniciativas e oportunidades que temos a oferecer”, afirmou o presidente. O QComércio visa capacitar, instrumentalizar e reconhecer o comércio que adotar o modelo de gestão da qualidade que tem como base os critérios da excelência da FNQ (Fundação Nacional da Qualidade).

Público formado por empresários superou mil pessoas (Foto: João Alves)

Por que umas empresas crescem e outras não? Para responder a este questionamento o palestrante Ricardo Felipe Lemos, falou sobre o novo comportamento do consumidor e as tendências de mercado. Lemos trouxe alguns exemplos: As crianças brincam utilizando o computador, os jovens se comunicam pela internet, os homens estão investindo em cosméticos, e as mulheres realizando atividades anteriormente praticadas somente pelos homens. A terceira idade quer se divertir com saúde, e viajar. “Atualmente, 12,1% da população mora sozinha, quase 50% das famílias possuem ao menos um animal de estimação e a média de filhos por mulher é de 1,8. Será que as nossas empresas estão acompanhando essas mudanças transformando-as em novas oportunidades de negócio?”, perguntou.

Para Lemos, o comportamento do consumidor mudou, mas muitas empresas não mudaram tanto assim. O palestrante fez um alerta: “Se você continuar fazendo sempre a mesma coisa, seus resultados serão menores, pois o concorrente deve estar inovando e irá levar o seu cliente”. Mas para responder a pergunta destaca acima: ‘Por que umas empresas crescem e outras não’, o palestrante destacou quatro principais motivos: Não utilizam controles financeiros; Não aproveitam tendências de mercado; Sabem o que fazer, mas não fazem; e Misturam o CPF com CNPJ. “Para algumas empresas estas questões são básicas, mas para muitos empreendedores estas atitudes, ainda, os impedem de crescer”. Lemos destacou, também, quatro mitos e vertentes de pensamento que atrapalham as MPEs: Planejamento e marketing são para grandes empresas; Computador? controlo tudo na cabeça; Eu sei fazer. Para que contratar?; Vou baixar o preço para vender mais.

 

Ricardo Lemos abordou a importância da internet para o varejo atual (Foto: João Alves)Tendências não são pendências
Ricardo Felipe Lemos chamou a atenção dos participantes para a diferença entre tendências e pendências. “As pendências são ações que várias pessoas fazem menos você, como por exemplo, controle de estoque. As tendências são oportunidades que nem todo mundo percebe, mas poderia colocar em prática”.

São algumas tendências:

• Novos modelos de negócios: Ex: supermercado flutuante para atender as comunidades ribeirinhas.
• Personalização. Ex: sandálias e capas de celular
• Mundo On-line: Moda e acessórios ficaram em segundo lugar em 2012 de compras pela internet. Buscas na Internet geram compras em lojas físicas.
• Redes Sociais: Um em cada sete habitantes do planeta utiliza redes sociais como meio de comunicação.
• Linked In: uma as principais fontes de recrutamento atualmente
• Transparência: Com os sites Google e Reclame Aqui, mais do que agir corretamente, é necessário provar que é correto.
• Compartilhamento: Ex: projeto Bike POA
• Mundo Mobile: aplicativos para Smart Phones que facilitam pequenas atividades do dia a dia. Hoje, 7 milhões de crianças entre 10 e 14 anos tem celular
• Imediatismo: as pessoas querem sua demanda ou seu problemas resolvido para ontem

Lemos finalizou sua palestra com mais uma sugestão aos empreendedores: “Acompanhar as pequenas mudanças irá lhes ajudar a enfrentar as grandes que virão”.

O Fórum do Varejo contou ainda com os cases de sucesso do empresário Sandro Munhoz – cabeleireiro e empresário em Eldorado do Sul/RS, e do empresário Jerry Joel Joris, de Três Passos/RS. Além das palestras ‘A relação da nova classe média com as pequenas empresas’, com Renato Meirelles, e ‘A Grande Virada’, com Amyr Klink.

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Siga o SEBRAE RS

Notícias

22 de Setembro de 2017

Salão da Inovação será destaque na Mercopar

SAIBA MAIS

 

21 de Setembro de 2017

Doces de Pelotas no cardápio da 25ª Avaliação Nacional de Vinhos

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 22/09/2017 09:32

Doces de Pelotas serão servidos na Avaliação Nacional de Vinhos

Sebrae RS Podcast 21/09/2017 11:32

Encontro em Santa Maria busca soluções digitais para a educação