Loading SEBRAE

Mais buscados: SEI CONSULTORIA Credito Boas Praticas Empretec

Loading SEBRAE

Notícias

Polo Gastronômico da Serra Gaúcha negocia com agentes financeiros

04/11/15

Da Redação

COMPARTILHE

Melhores taxas de administração de cartões e aluguel das máquinas entram na esfera de negociação do grupo incentivado pelo SEBRAE/RS

Da Redação

Melhores taxas de administração de cartões e aluguel das máquinas entram na esfera de negociação do grupo (Foto: Banco de Imagens)

Caxias do Sul – Menos custos, mais competitividade. O Polo Gastronômico da Serra Gaúcha, projeto promovido pelo SEBRAE/RS desde 2013, dá um importante passo para sua gestão: a negociação de condições diferenciadas junto a agentes financeiros.

O gestor do projeto de gastronomia na Serra Gaúcha pelo SEBRAE/RS, Gustavo Angelo Rech, conta que foi realizada uma pesquisa junto às empresas participantes da iniciativa para avaliar volumes de negócios e as taxas pagas pelos bares e restaurantes. “São 53 empresas tradicionais do setor de alimentação fora do lar das cidades de Caxias do Sul, Bento Gonçalves, Flores da Cunha e Farroupilha”, detalha o gestor.

Com base nessas informações, foi preparado um relatório para apresentar às instituições financeiras que prepararam ofertas especiais para o Polo Gastronômico. “Recebemos três propostas, do Sicredi, da Banrisul Cartões e da Elavon”, conta Augusto Martinenco, coordenador do núcleo de acesso a serviços financeiros do SEBRAE/RS. As taxas médias pagas pelos empresários do Polo são de 2,28% para operações de débito e de 3,14% no crédito. “A partir da negociação, a expectativa é conseguirmos reduzir os percentuais cobrados para 70% dos participantes do projeto”, sinaliza Martinenco. Em dezembro, será realizada uma pesquisa para averiguar as novas taxas negociadas.

A ação realizada na Serra Gaúcha se inspirou nos resultados obtidos no início deste ano pelo Polo Gastronômico de Porto Alegre e Região Metropolitana, que beneficiou 30% dos participantes com taxas menores de administração de cartões. O próximo grupo a realizar esta ação é o que reúne restaurante e bares de Santa Maria e região, onde já está sendo feito um levantamento para apurar volume de vendas e valores cobrados. “Quando as empresas pensam e atuam de forma coletiva podem conseguir melhores propostas e condições de mercado mais atrativas”, observa o coordenador.

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Siga o SEBRAE RS

Notícias

19 de Setembro de 2017

Gaúchas que serão destaque no Cachaça Trade Fair 2017

SAIBA MAIS

 

18 de Setembro de 2017

Mercopar recebe inscrições para as Rodadas de Negócios até quarta-feira

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 19/09/2017 15:36

Cachaçarias gaúchas participam de feira em São Paulo

Sebrae RS Podcast 18/09/2017 11:22

Empreendedoras criam calcinha que dispensa uso de absorvente