Loading SEBRAE

Mais buscados: sei consultoria credito boas praticas EMpretec

Loading SEBRAE

Notícias

Piratini recebe Linha Farroupilha

03/09/12

Da Redação

COMPARTILHE

O município entra no seleto grupo de cidades com sinalização turística diferenciada

Da Redação

Município entra no seleto grupo de cidades com sinalização turística diferenciada (Foto: Elias Eberhardt)

Piratini – Primeira capital da República Rio-Grandense, Piratini é referência na preservação de patrimônio cultural. Com um centro histórico de prédios conservados, a cidade é um testemunho da época dos Farrapos e da tradição do povo gaúcho. Por essas razões, no dia 5 de setembro, será entregue a Linha Farroupilha de Piratini, que trará ao município uma sinalização turística com padrão internacional.

O foco da Linha, criada pelos arquitetos Ceres Storchi e Vlademir Roman, é proporcionar o turismo da melhor forma possível. Sinalizadores e indicadores foram instalados nas calçadas, em um trajeto de 880 metros, para que o visitante possa conhecer edifícios, logradouros e monumentos mais significativos do período farroupilha. Em pontos estratégicos também estão disponíveis painéis com mapas do centro histórico e outras informações.

A implementação desse projeto, realizado pela Associação dos Amigos do Museu Histórico Farroupilha, em parceria com a produção executiva da ATO Produção Cultural, contribui para a maior conscientização dos piratinienses acerca da importância da preservação e da valorização da sua história. Com esse objetivo, foi restaurado, com o apoio do Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES), o Museu Histórico Farroupilha. Também foi desenvolvido o Plano de Educação Patrimonial e Incentivo ao Turismo em Piratini.

O Sebrae/RS, com o apoio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Piratini, prestou um serviço de orientação com foco em capacitação. A partir dessa troca de ideias, foram contratados, durante 18 meses, profissionais e empresas para realização de diversos cursos de qualificação de pessoas e de negócios que atuam no ramo do turismo – ou seja, hotéis, restaurantes, padarias e lanchonetes. O Núcleo de Artes Piratiniense (NAP) também foi incluído nessa iniciativa. Integrado por membros da comunidade que fazem encenações de passagens históricas pelas ruas da cidade, o grupo artístico recebeu oficinas de teatro e novos figurinos.

No mesmo dia da entrega da Linha Farroupilha, 5 de setembro, será apresentado o livro “Centro Histórico de Piratini – Valorização e Preservação”, desenvolvido para aproximar ainda mais o cidadão dos patrimônios do município. A publicação de 140 páginas contém dados históricos, imagens da cidade, legislação de proteção ao patrimônio, orientação para preservação, entre outros. O livro é de autoria dos mesmos arquitetos que instalaram a Linha, Storchi e Roman, mas traz, também, fotos de Paulo Backes.

As crianças não vão ficar de fora dessa: para o público infantil, professores do município desenvolveram uma cartilha de educação patrimonial, que será entregue em todas as escolas. A cartilha, que reproduz a Linha Farroupilha com textos acessíveis às crianças, também propõe atividades no Centro Histórico da cidade. Os educadores receberão treinamento para sua melhor aplicação em sala de aula.

Tem mais: o visitante que quiser conhecer a cidade poderá utilizar o “QR Code”, um aplicativo de celular que permite acessar o site de turismo de Piratini. A página traz todas as informações necessárias para melhor compreensão da história da primeira capital farroupilha.

Município de Piratini

O município foi povoado em 1789, com a chegada dos casais oriundos do arquipélago dos Açores – Portugal. Os primeiros habitantes estabeleceram-se no local denominado Capão Grande do Piratini e fundaram uma capela em honra de Nossa Senhora da Conceição, desde então, a padroeira da cidade.

O Centro Histórico, com suas velhas ruas e casarios – em grande número preservado ao estilo da época -, ainda guarda resquícios do Período Farroupilha. Piratini é identificado como a própria “alma” do Rio Grande. Por todo o Estado, está sempre presente, inclusive na sede do Governo Estadual, o “Palácio Piratini”.

Além dos primeiros povoadores de origem português-açoriana, hoje fazem parte da população outras etnias, como alemães e italianos.

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Siga o SEBRAE RS

Notícias

16 de Agosto de 2017

Inovações para a indústria do leite e derivados serão apresentadas no Salão do Empreendedor

SAIBA MAIS

 

16 de Agosto de 2017

SEBRAE RS promove palestra online sobre como vender mais através do BNDES

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 15/08/2017 10:40

Aprenda a usar o WhatsApp como ferramenta de marketing

Sebrae RS Podcast 14/08/2017 14:30

Sebrae promove sessão de crédito e negócios em Uruguaiana