Loading SEBRAE

Mais buscados: Sei CONSULTORIA Credito Boas praticas Empretec

Loading SEBRAE

Notícias

Pequenos negócios terão acesso a R$ 8,8 bilhões para capital de giro

Desde a assinatura do convênio entre SEBRAE e BB, em janeiro, já foram liberados cerca de R$ 300 milhões para micro e pequenas empresas por meio de linhas de crédito do Banco do Brasil

16/03/17

Da Redação

COMPARTILHE
Da Redação

Brasília – Lançado na quarta-feira, 15, o projeto Senhor Orientador vai acelerar o acesso das micro e pequenas empresas ao total de R$ 8,8 bilhões em linhas do Banco do Brasil para capital de giro. São previstos R$ 900 milhões por meio da linha Proger Urbano Capital de Giro, com recursos do Fundo do Amparo ao Trabalhador (FAT), R$ 7 bilhões da linha BNDES Capital de Giro Progeren e mais R$ 900 milhões do FCO Capital de Giro, para empresas que possuem atividade produtiva no Centro-Oeste.

Desde a assinatura do convênio entre o Banco do Brasil e o SEBRAE, no dia 18 de janeiro, quando foram disponibilizados R$ 8,2 bilhões apenas via Proger e Progeren, quase 3 mil micro e pequenas empresas já tomaram cerca de R$ 300 milhões em financiamentos voltados para capital de giro no Banco. Com o lançamento do Senhor Orientador, 310 consultores aposentados, selecionados pelo SEBRAE entre ex-bancários aposentados de todo o País, darão suporte a gestores de pequenos negócios que buscam financiamentos no BB.

“O crédito representa 60% das receitas do BB e é a nossa aposta para retomada da nossa rentabilidade e do crescimento do país. A economia brasileira está recuperando sua confiança, e o trabalho dos orientadores do SEBRAE ajuda a levar esta confiança a um setor que é fundamental para o País”, afirma o presidente do BB, Paulo Caffarelli.

“O Senhor Orientador vai reforçar e qualificar a liberação das linhas de crédito operadas pelo Banco do Brasil. O crédito orientado é o caminho para que o pequeno negócio permaneça no mercado, com equilíbrio e fôlego”, ressalta o presidente da instituição, Guilherme Afif Domingos. Segundo pesquisa divulgada no ano passado pelo SEBRAE, 83% deles não recorrem aos bancos quando precisam de crédito, devido aos juros altos e à dificuldade para oferecer garantias.

O acesso ao crédito está vinculado à disponibilização de garantias reais e recebíveis. Para isso, os empresários contam também com o Fundo de Aval às Micro e Pequenas Empresas (Fampe). Com ele, empresas com faturamento bruto anual de até R$ 3,6 milhões podem obter garantias complementares de até 80% de suas operações. O BB concentra a maior parte dos financiamentos que contam com aval do Fampe.

Mais informações:

Assessoria de Imprensa Sebrae
(61) 2107-9117/9118
imprensa@sebrae.com.br

Assessoria de Imprensa Banco do Brasil
3493-0599 / 3493-0601 / 9 9298-1296
imprensa@bb.com.br

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Siga o SEBRAE RS

Notícias

22 de Setembro de 2017

Salão da Inovação será destaque na Mercopar

SAIBA MAIS

 

21 de Setembro de 2017

Doces de Pelotas no cardápio da 25ª Avaliação Nacional de Vinhos

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 22/09/2017 09:32

Doces de Pelotas serão servidos na Avaliação Nacional de Vinhos

Sebrae RS Podcast 21/09/2017 11:32

Encontro em Santa Maria busca soluções digitais para a educação