Loading SEBRAE

Mais buscados: sei credito consultoria boas praticas empretec

Loading SEBRAE

Olivicultura

Desenvolvimento da Olivicultura no RS

10/07/17
Pedro Brites Pascotini

Pedro Brites Pascotini

Coordenador Estadual de Olivicultura e Grãos e sistemas integrados do SEBRAE RS

COMPARTILHE
Programa Estadual de Desenvolvimento da Olivicultura (Pró Oliva) do Governo do Estado incentiva o crescimento da olivicultura

A introdução das oliveiras no Brasil vem da época do Brasil colonial. Foram introduzidas algumas árvores, que não prosperaram pois a coroa Portuguesa impediu que os plantios continuassem para evitar a concorrência como azeite português. Só em 1940 iniciaram os primeiros estudos e cultivos de variedades no país. Descobriu-se que as regiões sul e sudeste são as mais indicadas para a cultura, com destaque para o Rio Grande do Sul, entre os paralelos 30 e 45°, zona mais apta para o cultivo de oliveiras.

Atualmente o Brasil conta com cultivos comerciais nos estados de Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Com exceção do RS, os demais têm pequenos microclimas e zonas aptas para o cultivo, mas com pequena expressão em área. Sendo assim, é o solo gaúcho que possui maior área cultivada, com grande potencial para aumentar ainda mais.

Após o início dos plantios, a EMATER-Ascar e a EMBRAPA buscaram capacitar técnicos para atender essa nova demanda do agronegócio do Rio Grande do Sul, enviando-os para os países produtores para que observassem as técnicas de manejo e pesquisas realizadas no continente europeu, adaptando-as para a realidade local.
Os anos passam e crescem os cultivos de oliveiras no Estado, contudo, surgem dúvidas sobre o manejo e condução dos olivais, assim como nos processos de extração de azeite. A pressão de produtores em busca de informações fez com que a Secretaria de Agricultura do estado criasse, em 2008, o Grupo Técnico – Pesquisa e Extensão em Olivicultura, composto por pesquisadores e extensionistas. As informações geradas e as primeiras colheitas com resultados positivos trouxeram ânimo à cultura, novos investidores gaúchos e outros de fora.

Mais um passo para o estabelecimento dessa cadeia produtiva foi dado em 2012, quando a Secretaria de Agricultura do Rio Grande do Sul instituiu a Câmara Setorial das Oliveiras e a abertura Oficial da Colheita. A criação da Câmara Setorial oportunizou um local onde os interessados no setor e instituições podem se reunir para compartilhar conhecimento e boas experiências, agrupar demandas do setor, assim como avaliar e buscar sanar gargalos. Exemplo dos ganhos atingidos são o lançamento do Programa Estadual de Desenvolvimento da Olivicultura (Pró Oliva) – instituído em 29 de julho de 2015 – e o decreto de redução da carga tributária – n° 53.275, assinado em 27 de outubro de 2016 – que através de crédito fiscal de ICMS presumido, passa a alíquota de 18% para 7% nas vendas internas de azeite fabricado com azeitonas produzidas no país.

Atento ao crescimento desta cadeia produtiva da olivicultura no estado do Rio Grande do Sul o Programa Juntos para Competir, ação integrada da FARSUL, SENAR/RS e SEBRAE/RS, iniciou ações no setor da olivicultura no ano de 2016, trazendo informações ao Salão do Empreendedor na 39ª Expointer. Já no ano de 2017, realizou-se uma viagem técnica para o Uruguai com representantes da EMATER/RS – ASCAR, SEAPI, FARSUL, SENAR/RS e SEBRAE/RS para buscar conhecimento e experiências já vividas pelo país vizinho Uruguai neste segmento, assim como estreitar parcerias entre as instituições para organização e alavancagem da cadeia produtiva da olivicultura no Rio Grande do Sul.

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Notícias

15 de Dezembro de 2017

Empresas da saúde conquistam resultados com projeto do Sebrae RS

SAIBA MAIS

 

14 de Dezembro de 2017

Sebrae RS disponibiliza conteúdo online gratuito

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 15/12/2017 15:14

Palestra traz impactos de novo sistema para pequenas empresas

Sebrae RS Podcast 15/12/2017 11:48

Pizzaria se moderniza inspirada em poesia, com apoio do Sebrae