Loading SEBRAE

Mais buscados: sei credito Consultoria Boas Praticas empretec

Loading SEBRAE

Notícias

O poder da inovação

13/03/15

Da Redação

COMPARTILHE

Gaúcha abriu loja de decoração em 2007, quase fechou as portas em 2009, mas deu a volta por cima e comemora sucesso no negócio

SEBRAE Nacional

Cristiane Marcante conquistou o troféu de Prata na final Nacional do Prêmio SEBRAE Mulher de Negócios (Foto: Júlio Soares)

Nascida no interior do Rio Grande do Sul, filha de uma família humilde e órfã de pai, Cristiane Marcante, 37 anos, começou a trabalhar aos 10 anos como babysitter e adiou projetos pessoais para colaborar com a educação dos irmãos e complementar a renda familiar. As dificuldades, porém, nunca impediram que ela perseguisse um sonho de criança: ser empresária no ramo de decoração. Artista plástica e decoradora de interiores, ela começou a realizar seu projeto em 2007, quando montou uma loja de decoração em Caxias do Sul, que quase foi fechada com a crise de 2009. Mas a visão do futuro negócio a fez inovar e garantiu a sobrevivência da empresa, hoje um caso de sucesso na Serra Gaúcha. Cristiane ganhou o Troféu Prata da etapa nacional do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios na categoria Pequenos Negócios.

Ela montou a loja por paixão, mas sem muitos conhecimentos sobre a gestão do negócio. A empresária não tinha carteira de clientes, desconhecia a cultura local, o capital de giro era insuficiente. O fato de ser mulher, solteira e morar sozinha dificultou ainda mais os primeiros anos do empreendimento, que quase fechou as portas dois anos depois. “A maior dificuldade que encontrei foi adquirir um negócio sem antes conhecer melhor o mercado caxiense e suas sutilezas”, conta.

Apesar da crise na economia, Cristiane fechou parcerias com arquitetos e decoradores, mudou o layout e o nome da loja, e buscou capacitação. Ela mudou de estratégia, levou o cliente para dentro da loja, promoveu exposições no estabelecimento, que se transformou em uma espécie de galeria de arte, divulgando artistas locais. Com bom gosto e qualidade, diversificou e ampliou o mix de produtos e passou a oferecer um serviço que conquistou a clientela: a consultoria em decoração. “A essência do negócio é entender os desejos dos clientes. Vou à casa dele, conheço o ambiente a ser decorado, fico sabendo o gosto do cliente, as cores que ela gosta. Depois, separo as peças na loja e monto duas sugestões de decoração. Transformo o sonho dele em realidade”, diz a empresária.

Dois anos mais tarde, ela informatizou o negócio, adquiriu softwares de gestão e, sob orientação do SEBRAE, passou suas tabelas de vendas e fluxo de caixa para o computador, o que deu agilidade no atendimento aos clientes. “Acompanho diariamente gráficos e planilhas que mostram a evolução do meu negócio, desde faturamento até satisfação de novos e fiéis clientes”, relata. Na mesma época, ela realizou o planejamento estratégico da loja e preencheu o modelo Canvas do negócio, também com ajuda do Sebrae. “Isso me ajudou muito a ver no papel a estruturação do meu negócio.”

Em sete anos, as vendas da loja cresceram mais de 30%, o estabelecimento ganhou o gosto de clientes e Cristiane estabeleceu sua meta para daqui a dois anos: “Quero ser reconhecida como a melhor loja de decoração da Serra Gaúcha”, afirma. Para isso, já está prevista para este ano a ampliação física da loja e o registro da marca no Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (INPI). No final de 2012, ela também reformulou o site e inaugurou o e-commerce da loja, o que faz aos poucos com que seus serviços se expandam para além dos limites do Rio Grande do Sul. “Pelo site já vendi para Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo”, conta.

Além disso, a empresária, que se forma em Administração de Empresas no final de 2015, vem estudando há um ano a estruturação de um modelo de franquia ou a distribuição dos seus produtos em outras cidades e estados. Ela ainda quer desenvolver um aplicativo de decoração que use objetos de sua loja. A receita para o sucesso? “Não existe fórmula, cada pessoa é única e tem uma trajetória de vida. Erros fazem parte e são necessários para o aprendizado. Digo para quem pretende ingressar no mundo dos negócios: jamais desistam de seus sonhos. Tudo é possível em qualquer idade ou fase da vida. Basta querer, ter persistência e acreditar no seu potencial”, ensina.

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Siga o SEBRAE RS

Notícias

23 de Novembro de 2017

Workshops sobre ervas medicinais são novidades no Caminho Pomerano

SAIBA MAIS

 

23 de Novembro de 2017

Licenciamento sanitário é tema de oficina em Santa Maria

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 23/11/2017 17:09

Projeto Conexão Saúde RS apoia indústrias do setor

Sebrae RS Podcast 20/11/2017 15:42

SEBRAE promove rodada de negócios em Passo Fundo