Loading SEBRAE

Mais buscados: Sei CREDITO mei consultoria boas praticas

Loading SEBRAE

Legislação

Financeiro

Prazo para Declaração de Faturamento vai até 31 de maio

28/02/18
Lucas Soveral

Lucas Soveral

Gerência de Relacionamento com Clientes

COMPARTILHE
O prazo para a entrega da Declaração Anual de Faturamento se encerra no dia 31 de maio. É preciso ficar atento ao prazo para evitar pagamento de multa

Aos Microempreendedores Individuais (MEIs), vai um importante aviso: a Declaração Anual de Faturamento já pode ser entregue. O prazo se encerra no dia 31 do maio. Sendo assim, ainda há tempo para realizar a entrega, porém, para evitar riscos e o pagamento de multa por entregar fora do prazo, é bom não deixar para a última hora.

É através da Declaração Anual de Faturamento que você informa à Receita Federal o quanto faturou no ano anterior. E lembre-se, faturamento é diferente de lucro. Nesta Declaração, você deverá informar o valor (R$) que a empresa recebeu pela realização da sua atividade, seja ela indústria, comércio ou prestação de serviço.

Sendo assim, nesta Declaração deverá informar o faturamento bruto que obteve no ano de 2017. Ou seja, não deve informar o valor líquido e nem detalhar as suas despesas. Será apenas o valor do faturamento bruto.

IMPORTANTE: para obter informações mais detalhadas sobre a Declaração Anual de Faturamento, inclusive ter acesso ao Manual para fazê-la, acesse o Portal do Empreendedor neste link.

E vai mais um alerta. O MEI em 2017 tinha como faturamento máximo o valor de R$ 60 mil. Sendo assim, existem duas formas de analisar a situação da empresa, caso tenha ultrapassado este valor. São elas:

  • Se o MEI em 2017 ultrapassou o limite de R$ 60 mil ou proporcionalmente ao que poderia faturar (média de R$ 5 mil ao mês) em até 20%, deverá realizar a entrega da Declaração Anual de Faturamento normalmente, através do Portal do Empreendedor. Porém, como ultrapassou o faturamento permitido para o ano de 2017 (seja sobre o valor integral ou o proporcional), deverá pagar a diferença deste valor com as alíquotas do Simples Nacional. Este valor será pago através de uma guia que será gerada de forma automática e disponibilizada juntamente com o Recibo de Entrega da Declaração Anual de Faturamento. Nesta situação, a empresa se manterá como MEI para o ano de 2018.
  • Se o MEI em 2017 ultrapassou o limite de R$ 60 mil ou proporcionalmente ao que poderia faturar (média de R$ 5 mil ao mês) em mais de 20%, deverá entrar em contato com a Receita Federal de forma imediata. Nesta situação, a empresa será desenquadrada do MEI de forma retroativa (desde janeiro de 2017 ou desde a data em que abriu a empresa no decorrer do ano de 2017).

Sendo assim, é muito importante prestar atenção ao prazo e, se tiver dúvidas ou precisar de auxílio sobre estes processos, não deixe de buscar o Sebrae RS mais próximo ou entrar em contato com a nossa Central de Relacionamento pelo 0800 570 0800.

SAIBA MAIS

CONTEÚDOS ONLINE GRATUITOS PARA VOCÊ LEVAR MAIS CONHECIMENTO PARA O SEU NEGÓCIO.

 

 

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Notícias

18 de Abril de 2018

Sebrae RS promove rodada de negócios na 13ª Envase Brasil

SAIBA MAIS

 

18 de Abril de 2018

Sala do Empreendedor de Torres estipula metas para diminuir burocracia

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 24/04/2018 14:54

Sebrae leva MPEs para maior feira médica da América Latina

Sebrae RS Podcast 17/04/2018 17:07

Sebrae lança projeto para apoiar MPEs na área da saúde