Loading SEBRAE

Mais buscados: sei credito Consultoria Boas Praticas empretec

Loading SEBRAE

Finanças

Acesso ao Crédito

O que o gerente do seu banco quer ouvir?

02/10/17
Patrcia de Lima Bossle

Patrcia de Lima Bossle

Gerência de Inovação, Mercado e Serviços Financeiros

COMPARTILHE
Boa impressão, confiança e o contato próximo ao seu gerente são importantes para ter um bom relacionamento com o seu banco

Mas afinal, o que o gerente do banco quer ouvir do cliente? Você deve imaginar que seja:

“Quero fazer um consórcio e um título de capitalização!”

Você não está errado. E certamente, o seu gerente gostaria de escutar isso – até em virtude das altas metas comerciais de vendas que o seu gerente possui.  Mas essa situação não acontece, geralmente. E o que você deve saber é que a boa impressão, confiança e o contato próximo ao seu gerente são importantes para ter um bom relacionamento com o seu banco.

O relacionamento bancário não é apenas para beneficiar o banco. Construir um relacionamento com o seu gerente de contas significa estabelecer confiança em ambas as partes. Quanto mais forte essa confiança, mais benefícios gera para o cliente e para o banco.

As instituições financeiras consideram vários fatores para decidir acerca do crédito e ter um bom relacionamento com seu gerente tem impacto positivo em suas solicitações com o banco.

Listamos cinco fatores que são importantes você conversar com o seu gerente:

  1. Visita à empresa: é fundamental o banco conhecer o seu negócio, o local que está instalado, o dia-a-dia da empresa, seu funcionamento. Convide o seu gerente a visitá-lo.
  2. Mostre os seus resultados e como está o seu negócio: informações financeiras, como fluxo de caixa, as suas projeções financeiras, como estão as suas vendas, dependendo do tipo de negócio quem são seus principais clientes, como concentram-se as vendas e seus fornecedores, o quanto são organizadas as suas contas tanto na pessoa física, como na pessoa jurídica, são importantes. 
  3. Demonstre capacidade de pagamento: Informe as operações que você tem outras instituições financeiras, a que se referem essas operações. O quanto você tem de capacidade de pagamento para operações futuras. Apesar dos bancos conseguirem ver o seu grau de endividamento, é importante detalhar como está a situação da empresa junto ao mercado financeiro.
  4. Garantias para as operações: Se você tiver garantias para futuras operações de crédito, informe o seu gerente. Recebíveis dos cartões de crédito, duplicatas a receber, máquinas e equipamentos, imóveis, contratos com clientes, são alguns exemplos de garantias, que você pode sinalizar ao seu banco, caso possua.
  5. Cadastro atualizado: manter as informações atualizadas junto ao seu banco é importante. Sempre que tiver alguma mudança ou alteração nas suas instalações, faturamento, alguma mudança significativa informe ao seu gerente. Um bom e completo cadastro é fundamental para a análise de crédito.

Saiba mais sobre o tema – Clique Aqui

 

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Notícias

23 de Janeiro de 2018

Projeto Energia Mais está com inscrições abertas

SAIBA MAIS

 

22 de Janeiro de 2018

Encerra amanhã o prazo para o MEI regularizar situação com a Receita Federal

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 22/01/2018 18:45

Inscrições abertas para o projeto StartupRS Scale

Sebrae RS Podcast 22/01/2018 11:21

Projeto Energia Mais está com inscrições abertas