Loading SEBRAE

Mais buscados: sei Credito Consultoria Boas Praticas Empretec

Loading SEBRAE

Moda

Mercado

Sazonalidade é determinante para o comportamento do consumidor de moda

10/01/17
Fabiano Bassani Zortéa

Fabiano Bassani Zortéa

Coordenador estadual da Moda do SEBRAE RS.

COMPARTILHE
Apesar de pesquisar bastante antes de comprar na internet, o público feminino acessa primeiro os sites que mais confiam.

O mercado de moda está sempre em constante renovação para agradar e atrair sua clientela. Apesar da crise, a demanda reprimida por roupas faz com que o consumidor tenha que voltar a consumir os produtos deste setor. Com isso, a projeção é que 2016 se encerre com um crescimento nominal de 6,3% em vendas, de acordo com o Instituto de Estudos e Marketing Industrial (IEMI).

Além da demanda reprimida, a sazonalidade e datas comemorativas são fatores que contribuem muito para os clientes entrarem em um estabelecimento. Um inverno mais rigoroso e datas como o Natal, por exemplo, fazem com que o comprador adquira mais produtos do setor de moda.

Em termos de consumo, o IEMI avalia que a maior demanda vem da classe B, responsável por 38,2% do consumo total do setor. A segunda posição é da classe C (32,1%), seguido pelas classes D/E (16,8%). A menor porcentagem em termos de consumo vem da Classe A, com 12,9%. O Rio Grande do Sul é o quarto estado que mais consome moda, representando 7,30% do valor total no setor.

46_1212_gcomgind_moda_comportamentoconsumidor_840x415

A mulher online

Possuir um canal de vendas online é uma ótima dica para atrair mais clientes. De acordo com o relatório Webshoppers do eBit, o setor de Moda e Acessórios está no Top 3 nas categorias mais vendidas na internet, com 12% do volume de vendas.

Para a Stylight, o perfil do consumidor de moda na internet é formado em sua maioria por mulheres (73%), entre 25 e 34 anos. Este número é muito mais alto em comparação ao perfil do consumidor na internet no geral, onde as mulheres lideram o poder de compra com 51,87%. Apesar de pesquisar bastante antes de comprar na internet, o público feminino acessa primeiro os sites que mais confiam e tendem a preferir aquilo que é conhecido, por preferirem produtos de qualidade. Portanto, invista em qualidade que a fidelização vem em seguida.

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Notícias

16 de Fevereiro de 2018

Programa auxilia propriedades a organizar rotinas de trabalho

SAIBA MAIS

 

15 de Fevereiro de 2018

Ferramentas online para o agronegócio

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 16/02/2018 11:12

Conexão da Moda tem inscrições abertas para lojas do setor

Sebrae RS Podcast 15/02/2018 11:05

Projeto busca aproximação entre varejo e indústria de moda no RS