Loading SEBRAE

Mais buscados: sei credito consultoria Boas Praticas EMpretec

Loading SEBRAE

Notícias

Missão à Feira de Hannover amplia conhecimento

No primeiro dia de visitas técnicas, o SEBRAE RS acompanha os pequenos negócios à fabrica da Airbus, em Hamburgo

24/04/17

Da Redação

COMPARTILHE
Grupo gaúcho na Hannover 2017 (Foto: Divulgação)

Grupo gaúcho na Hannover 2017 (Foto: Divulgação)

Porto Alegre – Nem bem desembarcaram na Alemanha, para participar da Feira de Hannover 2017, os representantes das micro e pequenas empresas gaúchas apoiadas pelo SEBRAE RS sentiram o impacto de estar no maior encontro mundial de tecnologia industrial. A missão empresarial, que é realizada em parceria com a FIERGS, possui um ritmo intenso e, já no primeiro dia, antes mesmo de percorrer os corredores dos pavilhões de exposição, os 60 integrantes da comitiva brasileira, tiveram uma visita técnica à fábrica da Airbus, em Hamburgo. Nesse mesmo dia, presenciaram ao vivo a abertura oficial com a chanceler Angela Merkel.

O coordenador de projetos da gerência setorial da Indústria do SEBRAE RS Fabiano Dallacorte que acompanha o grupo representando a instituição, destaca as ações simples e baratas que a gigante Airbus implementou para melhorar a produtividade e que podem, facilmente, serem levadas para o dia a dia das empresas gaúchas. “Eles têm um quadro na linha de produção que mostra o custo de cada rebite na montagem de um avião. Então, se um funcionário perde um rebite, o que é muito fácil pelo tamanho do objeto, ele sabe que está desperdiçando entre 25 e 30 euros. Isso motiva o funcionário a economizar, pois fica claro que qualquer desperdício pode comprometer o desempenho da empresa e como consequência o seu emprego.

Outra solução simples que chamou a atenção do grupo durante a visita é o monitoramento de indicadores, cuja atualização é manual também em quadros espalhados pela linha de produção. “Nada é feito em computadores. A gente até se surpreende pela simplicidade do processo o que já está provocando a reflexão dos nossos empreendedores”, ressaltou. Maico Geremia, da Progere Desenhos Industriais, Bento Gonçalves, ficou impressionado com o tamanho das peças dos aviões que são montadas na unidade visitada. “Tudo é gigantesco, utiliza tecnologia, mas, sobretudo, é muito organizado, pois o erro não pode ter vez em um trabalho como este”, analisou.

Na sequencia da programação, na terça-feira (25/04), haverá um circuito específico sobre automação de linhas de produção. O diretor Técnico do SEBRAE RS, Ayrton Pinto Ramos, observa que o apoio da instituição para viabilizar a viagem dos pequenos negócios é muito mais do que colocá-los em contato com as tendências internacionais, é uma visão de que o conhecimento deverá trazer as inovações para a produção local. “É a parte em que o desenvolvimento começa a surgir. Sabemos de vários exemplos de pequenas empresas que conseguiram implantar melhorias, fazer negócios, adquirir tecnologia, trazer parcerias para o Rio Grande do Sul”, comenta.

As micro e pequenas indústrias gaúchas são dos municípios de Bento Gonçalves, Caxias do Sul, Esteio, Porto Alegre e Santa Maria. Elas foram selecionadas por edital de inscrição do SEBRAE RS e estão recebendo apoio técnico para aproveitar as oportunidades da programação. Ao todo, a missão empresarial está com 60 participantes, sendo 30 empresas dos estados do Rio Grande do Sul, Espírito Santo, Santa Catarina e Tocantins.

De olho nas oportunidades

Para o proprietário da Serralheria Sippel, João Bertazzo, de Santa Maria, a busca pelas novidades tornou-se uma estratégia que ajuda a empresa a se manter em alta junto aos clientes. A Sippel, que possui 12 funcionários e produz coberturas, grades, portões, entre outros, está pela terceira vez em Hannover. “Queria comprar máquina que faz cortinas. Sei que agora não é o momento, mas tem muita novidade que podemos aproveitar. Quando fui nas outras oportunidades pude visitar indústrias e ver como são organizados. O material deles é muito eficiente”, empolga-se.

Já Igor De Bastiani, proprietário da Mangueflex, de Caxias do Sul, tem como principais compradores as montadoras de implementos agrícolas e é a primeira vez que integra a missão empresarial à Feira de Hannover. “Vou em busca de novos parceiros. Para comprar produtos e revender aqui. Pelo que eu andei pesquisando, são diversos os expositores dos produtos que eu vendo”, antecipa ele.

O coordenador de projetos da gerência setorial da Indústria do SEBRAE RS, Fabiano Dallacorte, destaca ainda que a programação incentiva a prospecção de parcerias de negócios, em que podem surgir novas perspectivas na internacionalização das micro e pequenas empresas.

O tema central do evento em 2017 é a “Indústria Integrada e os desafios da quarta Revolução Industrial, a Indústria 4.0”. A partir dele, toda a Feira deverá tratar, por exemplo, de questões como “comunicação entre sistemas, máquinas, produtos e pessoas”, “descentralização dos processos”, “integração da informação”, “eliminação de desperdícios e redução de custos”, “novas tecnologias, tecnologia da informação, automação” e “produtividade”.

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Siga o SEBRAE RS

Notícias

20 de Novembro de 2017

Empresas são desafiadas a propor soluções para a indústria

SAIBA MAIS

 

20 de Novembro de 2017

SEBRAE RS promove empreendedorismo jovem em Santana do Livramento

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 20/11/2017 15:42

SEBRAE promove rodada de negócios em Passo Fundo

Sebrae RS Podcast 17/11/2017 18:31

Sebrae promove seminário sobre gestão de pessoas nos negócios