Loading SEBRAE

Mais buscados: Sei CONSULTORIA Credito Boas praticas Empretec

Loading SEBRAE

Notícias

Indústrias gaúchas fecham R$ 10 milhões em negócios na Francal

30/06/16

Da Redação

COMPARTILHE

Tradicional feira setorial de calçados e acessórios contou com a participação de 31 empresas no estande coletivo do RS 

Da Redação

Feira Francal ocorre anualmente em São Paulo (Foto: Divulgação)

São Paulo – No ano em que a economia revela sensibilidade em relação aos acontecimentos políticos e econômicos nacionais, as micro e pequenas indústrias gaúchas do setor de calçados e acessórios alcançaram vendas acima das expectativas na Francal 2016. A Feira, que abre o calendário de negócios com vistas à estação de verão, rendeu R$ 10,8 milhões em vendas e garantiu a produção equivalente a 267.639 pares/peças nas fábricas. Os números foram consolidados ao final do evento, em São Paulo.

O SEBRAE/RS, em parceria com a Agência Gaúcha de Desenvolvimento e Promoção do Investimento (AGDI) e a Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Novo Hamburgo, Campo Bom e Estância Velha (ACI), estiveram presentes dando assistência e apoio aos 31 empreendedores que expuseram suas coleções aos compradores nacionais e internacionais. Segundo o gestor de projetos do SEBRAE/RS Maico Fabiano Fernandes o resultado geral da participação gaúcha na Francal comprova que há um enorme esforço dos empresários em recuperar seus projetos de produção, voltando a crescer e expandir seus negócios.

“Neste ano vendemos R$ 1milhão a mais em valores absolutos, comparando com o total do que foi comercializado no ano passado, de R$ 9,69 milhões. Para o SEBRAE/RS e os parceiros, fica o sentimento de dever cumprido em apoiar as pequenas empresas a se apresentarem e conquistar mercados importantes”, comenta. De 2015 para 2016, destaca-se a diferença entre o total de participantes no estande coletivo do Rio Grande do Sul. “Com cinco empresas a menos em relação ao ano passado, o valor total das vendas cresceu. Isso significa que as negociações foram mais eficazes e que houve uma valorização do nosso produto”, avalia o gestor do SEBRAE/RS.

E foi o que aconteceu com a marca Rio de Luz, de Campo Bom. O proprietário, Mário Hugo Mossman, relata que registrou um crescimento de 30% no faturamento com a Feira, sendo 20% desse volume provenientes de novos clientes. “São compradores que nunca tinham tido contato conosco antes. Conheceram a coleção no estande”, anima-se.

A Rio de Luz é uma pequena indústria que fabrica sapatos mocassins femininos, tênis de passeio, tamancos, oxfords e boots (bota de cano curto) há 10 anos. Sua característica principal é o uso do couro de cabra. “O destino de nossas vendas será São Paulo, Capital e interior, na maioria. Porém, temos muitos clientes também em Minas Gerais e Rio de Janeiro. Com assistência do SEBRAE/RS, conseguimos uma gestão bastante enxuta e ideal para a produção atual”, afirma Mossman.

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Siga o SEBRAE RS

Notícias

21 de Setembro de 2017

Doces de Pelotas no cardápio da 25ª Avaliação Nacional de Vinhos

SAIBA MAIS

 

21 de Setembro de 2017

Agroindústrias de pequeno porte e a inserção no mercado contemporâneo

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 21/09/2017 11:32

Encontro em Santa Maria busca soluções digitais para a educação

Sebrae RS Podcast 21/09/2017 10:59

SEBRAE apoia abertura da Sala do Empreendedor em Capão Da Canoa