Loading SEBRAE

Mais buscados: sei credito consultoria boas praticas empretec

Loading SEBRAE

Notícias

Magia que vende

15/02/16

Da Redação

COMPARTILHE

Sucesso em confecção de roupas femininas, pequena indústria e varejo de moda de Passo Fundo encanta clientes em todo o Rio Grande do Sul

Da Redação

A empresa é referência em roupas para mulheres de tamanhos acima dos números 56, 58 (Foto: Redes Sociais Magia Modas)

Passo Fundo – “Eu não quero mais essas flores!”. Se a cliente pediu, então vai ter outras opções. É essa a representação de como pode ser resumido o sucesso que faz da Magia Modas, de Passo Fundo, um grupo de pequenos negócios. De uma única máquina de costura, há 30 anos, ao conjunto de 25 colaboradores que produzem de 4 a 6 mil peças de roupas ao mês, hoje, as empresas Magias Modas vão além da indústria de confecção. Há também três lojas no município de origem, completando 55 funcionários ao todo. As vendas estão espalhadas por todo o Estado do Rio Grande do Sul com a contratação de representantes e há ainda um plano para franquias que, se a economia nacional permitir, sairá do papel em 2016.

Apoiada pelo SEBRAE/RS na Região Planalto, a Magia Modas é liderada pela empreendedora Janie Casanova da Silva. Seu talento em conquistar as clientes foi, justamente, em saber manter a flexibilidade exigida para agradar ao gosto feminino. “Acontece que tratar de moda não pode ser apenas oferecer uma coleção por estação. Se a cliente não quer mais as flores nas estampas, então temos que ter a opção na mão”, ensina ela. O fato de ser pequena empresa, diz a empresária, é o que garante o atributo da agilidade na produção. “As grandes marcas demoram até seis meses ou mais para conseguir criar, conceituar, desenvolver e vender a moda que fazem. As pequenas empresas trabalham com volumes de produção menores e a flexibilidade acontece quando se tem controle de estoques, criatividade e fidelidade das consumidoras”, acredita.

No caso da Magia Modas, o trabalho junto ao SEBRAE/RS já completou um ciclo de consultorias nos anos de 2014/2015. Agora, deverá iniciar um novo ciclo para 2016/2017 com perspectivas de prosseguir sendo uma referência em roupas para mulheres de “tamanhos diferenciados”, tais como as grades acima dos números 56, 58. “Não precisa ter pudor sobre isso. As mulheres de tamanhos grandes podem também vestir moda, ficar fashion e ter sua autoestima ajudada pela vestimenta que escolhem”, argumenta Janie. Segundo ela, uma calça jeans rasgada, uma bermuda desfiada não pode ser exclusividade para corpos pequenos. “A Magia Modas é também varejo multimarcas. Compramos coleções de confecções nacionais, participamos de feiras, encontros de moda, estudamos tendências de vendas e comportamentos de consumo. Por isso, sabemos o que temos para mostrar. E se não temos, produzimos”, destaca.

Moda e gestão

De acordo com a gestora do SEBRAE/RS na Região Planalto Doriane Ferrari o projeto coletivo chamado Desenvolver a Indústria da Moda iniciará as atividades em junho deste ano e as ações terão a duração de dois anos. “Com a participação nesse projeto, as micro e pequenas empresas, por exemplo, de confecções de roupas infantis, adultas, esportivas, uniformes, moda íntima, etc., poderão frequentar capacitações focadas no universo fashion que vão desde as inovações em produção até mesmo no layout de fábrica e novas metodologias de desenvolvimento do produto de moda”, cita. Por outro lado, o desenvolvimento dos empreendimentos ligados à moda também devem trabalhar com questões focadas na produtividade, estratégia competitiva e um novo modelo de negócio. Para informações mais detalhadas, os empresários podem ligar para o telefone (54) 3311-3911.

E foi com os pilares da gestão de empresas que também a Magia Modas buscou se qualificar. “Com a organização financeira, tudo melhora na visão do negócio. Hoje, eu consigo compreender melhor onde estão os problemas quando preciso resolvê-los. Fazemos relatórios de vendas, despesas, lucro, previsão de contas a pagar, controle do estoque e, o mais importante, não temos nenhum imposto atrasado e todos os funcionários com salários em dia”, orgulha-se a proprietária. E por falar nos trabalhadores, na opinião de Janie, eles são as peças fundamentais da história. “A motivação faz toda a diferença. Quando uma pessoa não gosta do que faz, não adianta insistir. Aqui, nós até ajudamos aqueles que precisam se encontrar”, conta ela, pontuando que aceita liberar as pessoas para compromissos pessoais quando elas recompensam noutras horas.

A experiência da Magia Modas poderá ser vivenciada por outros empreendedores. Com um plano sendo finalizado, a intenção é disponibilizar o modelo de negócio do varejo em franquias no Rio Grande do Sul. “As lojas já poderiam existir, mas é que a economia não ajudou muito nos últimos meses e vai demorar um pouco para a retomada”, diz a empresária. Entre os segredos do sucesso de vendas está o calendário de descontos: depois dos lançamentos, vem a fase da promoção, da ponta do estoque, da liquidação e, por fim, do tudo por R$ 10,00, R$ 15,00, R$ 20,00 e R$ 30,00. Não fica nada! As clientes até já sabem que temos essa escala”, conclui.

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Siga o SEBRAE RS

Notícias

18 de Dezembro de 2017

Abertas as inscrições para a 10ª Edição do Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor

SAIBA MAIS

 

15 de Dezembro de 2017

Empresas da saúde conquistam resultados com projeto do Sebrae RS

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 15/12/2017 15:14

Palestra traz impactos de novo sistema para pequenas empresas

Sebrae RS Podcast 15/12/2017 11:48

Pizzaria se moderniza inspirada em poesia, com apoio do Sebrae