Loading SEBRAE

Mais buscados: Sei Credito mei Consultoria Boas Praticas

Loading SEBRAE

Notícias

Inclusão financeira é debatida em Porto Alegre

30/10/12

Da Redação

COMPARTILHE

Evento é uma promoção conjunta do Banco Central e Sebrae

Da Redação
Governador Tarso Genro (Foto: Sebrae/RS)
Porto Alegre – Temas como cooperativismo de crédito, microcrédito e novos arranjos de pagamentos estão em discussão até esta quarta-feira (31/10), no 4º Fórum Banco Central sobre Inclusão Financeira, promoção conjunta do BC e do Sebrae. A cerimônia de abertura ocorreu na segunda-feira (29/10) e contou com a presença do presidente do Banco Central, Alexandre Tombini; do governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro; do presidente do Sebrae/NA, Luiz Barretto; e do presidente do Sebrae/RS, Vitor Augusto Koch, entre outras autoridades políticas e financeiras.
 
Na abertura do encontro, o presidente do Sebrae/NA, Luiz Barreto, destacou que a inclusão financeira é tema central para o país alcançar o desenvolvimento. “É fundamental para melhorar a produtividade e competitividade das micro e pequenas empresas (MPE)”, disse. 
 
Barretto falou, ainda, sobre a lei que permitiu a formalização por meio da figura jurídica do microempreendedor individual (MEI). “Estamos fechando 2012 com quase três milhões de MEI, que se formalizaram e tiveram cesso à cidadania empresarial. Ao ter o CNPJ, o MEI acessa novos mercados, o setor governamental, o crédito, o que não teria como pessoa física. É um ganho extraordinário”, destacou.
 
Fundo Garantidor
O presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, anunciou a criação do Fundo Garantidor de Cooperativas de Credito (FGCC), que vai avalizar as operações efetuadas pelo setor. “Entendemos que é um passo fundamental para a regulação do sistema de crédito”, disse, sob aplausos. Em seguida, ele destacou a parceria com o Sebrae para a realização do evento.
 
Já o governador Tarso Genro lembrou a tradição do Rio Grande do Sul no sistema cooperativado de crédito. “Aqui nasceu a primeira instituição comunitária de crédito”, afirmou. Segundo ele, o sistema de microcrédito local aportou, em apenas um ano, R$ 100 milhões para financiar proprietários de micro, pequenas e médias empresas, com inadimplência inferior a 0,3%. “A inclusão financeira é o nome radical da inclusão social, na medida em que combate as desigualdades e potencializa a economia de baixo para cima”, finalizou Tarso Genro.
COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Siga o SEBRAE RS

Notícias

18 de Abril de 2018

Sebrae RS promove rodada de negócios na 13ª Envase Brasil

SAIBA MAIS

 

18 de Abril de 2018

Sala do Empreendedor de Torres estipula metas para diminuir burocracia

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 17/04/2018 17:07

Sebrae lança projeto para apoiar MPEs na área da saúde

Sebrae RS Podcast 16/04/2018 16:45

Missão empresarial participa de feira industrial Alemanha