Loading SEBRAE

Mais buscados: sei credito Consultoria boas praticas Empretec

Loading SEBRAE

Horticultura

Deliciosamente secas

Frutas e hortaliças desidratadas são tendência para melhorar renda de agricultores

10/06/17
Andre Bordignon

Andre Bordignon

Gerência Setorial do Agronegócio

COMPARTILHE
O processo inicia com a redução da umidade de frutas e hortaliças. Elas devem estar nos seus pontos maduros e trabalhadas inteiras ou em pedaços.

A agricultura familiar brasileira tem acompanhado a tendência mundial de agroindustrialização de frutas e hortaliças desidratadas. Essa é uma forma de agregar valor na matéria-prima, facilitar o armazenamento dos produtos, contar com menor incidência de problemas com microorganismos e facilitar o transporte, já que o volume dos hortifrutis diminui. Também permite explorar a comercialização na entressafra, aumentando o rendimento.

O processo inicia com a redução da umidade de frutas e hortaliças. Elas devem estar nos seus pontos maduros e trabalhadas inteiras ou em pedaços. É possível secar o insumo por meios naturais, como a exposição ao sol, ou tecnológicos, utilizando desidratadores e secadores com temperatura controlada. Deve-se sempre utilizar produtos em boa sanidade. Diferentemente do que muitos pensam, a secagem não é um processo de reaproveitamento de vegetais que passaram do ponto. Fazem parte do método fases como a de lavagem, corte, branqueamento, embalagem e armazenamento em local protegido.

22_gagro_hortalicas_desidratados_2arevisao_revisado_840x415

Para montar um negócio no ramo é necessário dispor de equipamentos básicos. Estufas, cortadores, tanques de aço inox fixos e móveis e máquinas seladoras de embalagens são o mínimo preciso para iniciar a produção. Os itens mais comuns a serem vendidos são frutas como banana, maçã, tomate, caqui e ameixa. Legumes como alho, cebola e cogumelos também encontram boa saída. Não são todas frutas, entretanto, que estão aptas à secagem. As que têm muita água, como melancia e melão, não rendem o suficiente para venda. Estima-se que as frutas com melhor rendimento passem a pesar 15% do volume inicial.

As oportunidades de venda se concentram principalmente no fornecimento a supermercados, mercados municipais, como insumo para indústria e exportação.

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Veja Mais

Horticultura

Hábitos alimentares

O consumo de frutas e hortaliças no verão

Horticultura

Consumo Saudável

Valorização da alimentação saudável

Notícias

23 de Outubro de 2017

Oportunidades de negócios para empresas do setor de energia

SAIBA MAIS

 

20 de Outubro de 2017

Turismo impulsiona o desenvolvimento de Morro Redondo

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 23/10/2017 10:55

Evento em Lajeado apresenta vantagens da Junta Digital

Sebrae RS Podcast 20/10/2017 12:01

Seminário Crescer Sem Medo debate mudanças do Simples Nacional