Loading SEBRAE

Mais buscados: sei credito CONSULTORIA Boas Praticas empretec

Loading SEBRAE

Grãos em Sistema Integrado

Solo bem aproveitado

Intensidade de pastejo: o bom manejo de inverno reflete o potencial produtivo da lavoura de verão

28/03/17
Pedro Brites Pascotini

Pedro Brites Pascotini

Coordenador Estadual de Olivicultura e Grãos e sistemas integrados do SEBRAE RS

COMPARTILHE
Altas lotações e pastejo intensivo potencializam o contato casco/solo, gerando compactação, plantas indesejáveis e menor disponibilidade de água no sistema a longo prazo

Construir um sistema de integração lavoura-pecuária (ILP) é uma alternativa viável e eficiente em diversas regiões do país. O interesse por esse modo de produção tem aumentado, já que possibilita um maior aproveitamento do solo durante o ano, aumentando a produtividade e minimizando os impactos ambientais negativos. A rotação de culturas e a alternância de fases pastoris com fases agrícolas, possibilita uma melhor ciclagem dos nutrientes e incremento da biodiversidade (animal, microbiana e vegetal), além de diminuir a dependência de agroquímicos, utilizados para eliminar plantas daninhas, pragas e doenças. Esse sistema de produção possibilita diminuir o risco operacional que produções agrícolas baseadas em monocultura possuem naturalmente. No Sul do Brasil, a ILP é utilizada como alternativa de associações de cultivos agrícolas de verão, como soja, milho e arroz com produção animal nas mesmas áreas no inverno. Mas o manejo do gado nas pastagens de inverno ainda é um desafio, de acordo com um boletim técnico do Grupo de Pesquisa em Sistemas Integrados de Produção Agropecuária (GPSIPA) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

O grupo sinaliza que para manejar o gado sem impactar o solo de forma negativa e deixar resíduos suficientes para o plantio direto, é necessário ter um bom controle da lotação de animais na área. Quanto maior o número de animais por hectare, maior intensidade de pastejo e consequentemente menor cobertura vegetal, gerando maior impacto dos cascos no solo, o que contribui para a compactação, aumento de plantas indesejáveis e menor disponibilidade de água no sistema a longo prazo, que é um fator crítico em épocas de déficit hídrico por falta de chuvas. Já quando há intensidades de pastejo moderadas, ocorre um estímulo à diversidade vegetal, melhor estruturação do solo e consequentemente uma maior resiliência para períodos secos.

108_gagro_graos_como-manejar-o-gado-no-inverno_revisado_840x415

Para expandir cada vez mais a área de integração lavoura-pecuária no estado, é importante quebrar paradigmas, como o caso da compactação do solo gerada pela presença dos animais e que prejudicaria o plantio direto. Pelo contrário: os pesquisadores perceberam que a presença do gado, com taxa de lotação adequada (bom pastejo/intensidade moderada), acelera os processos de ciclagem de nutrientes do solo. Acompanhar os indicadores físicos, químicos e biológicos do solo também ajuda a entender se os procedimentos estão sendo executados corretamente.

A dica, portanto, é manter um acompanhamento técnico que permita uma lotação adequada à quantidade de pasto, ao tamanho da área e à rotação do gado. Na hora de acompanhar resultados, não se deve levar em conta apenas o desempenho da pecuária, mas também o impacto – positivo ou negativo – que a atividade terá na lavoura de verão. Por isso, manter uma ocupação controlada e retirar o gado no momento ideal antes do plantio da lavoura de verão, com intuito de deixar uma massa vegetal que beneficiará a implantação da próxima lavoura, são medidas fundamentais.

Essa visão sistêmica da propriedade, permitindo uma atividade sustentável, na qual o gado auxilia a lavoura e vice-versa, é uma das características que o Programa Juntos para Competir – parceria de FARSUL, SENAR-RS E SEBRAE/RS, tem levado ao campo gaúcho.

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Veja Mais

Grãos em Sistema Integrado

Mudanças em busca da excelência

Nova agropecuária passará por revolução nos processos produtivos

Notícias

16 de Fevereiro de 2018

Programa auxilia propriedades a organizar rotinas de trabalho

SAIBA MAIS

 

15 de Fevereiro de 2018

Ferramentas online para o agronegócio

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 16/02/2018 11:12

Conexão da Moda tem inscrições abertas para lojas do setor

Sebrae RS Podcast 15/02/2018 11:05

Projeto busca aproximação entre varejo e indústria de moda no RS