Loading SEBRAE

Mais buscados: sei credito Consultoria boas praticas Empretec

Loading SEBRAE

Redes de Cooperação

Redes de Cooperação

Redes de cooperação: união para o fortalecimento das empresas

31/05/17
Túlio Josué Pinheiro dos Santos

Túlio Josué Pinheiro dos Santos

Gerência Setorial de Indústria, Comércio e Serviços

COMPARTILHE
As redes de cooperação trabalham em conjunto para solucionar fraquezas e superar desafios.

Mais da metade das empresas que são fundadas no Brasil não conseguem sobreviver ao quarto ano, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Essa taxa de mortalidade tão alta é resultado de uma baixa competitividade entre as empresas, visto que a concorrência incentiva o desenvolvimento de estratégias para bater a concorrência. Organizar-se em rede pode ser uma alternativa para fortalecer pontos estratégicos e conseguir bater a concorrência.

Formadas por empresas com interesses comuns, as redes de cooperação incrementam a competitividade de um determinado setor. É possível identificá-las em segmentos do varejo, como supermercados e farmácias, e também em indústrias e serviços. Para Jorge Verschoore, professor de Estratégia e Redes de Cooperação da Unisinos, a principal vantagem de atuar em cooperação está relacionada ao poder de barganha que as empresas possuem ao participar. “Muitas delas se relacionam com fornecedores semelhantes, então esta relação se torna um benefício tanto para elas quanto para eles, estabelecendo uma relação ganha-ganha”, relata.

As redes de cooperação trabalham em conjunto para solucionar fraquezas e superar desafios. São estruturadas equipes para trabalhar em diversas frentes: relação com fornecedores, realização de ações de marketing, criação de uma bandeira própria. “Muitos problemas são solucionados dentro de uma rede justamente porque as empresas fazem parte do mesmo segmento. A dificuldade que uma farmácia enfrenta não é muito diferente daquela da concorrente, por exemplo”, exemplifica Verschoore.

Para participar de uma rede de cooperação, o empreendedor deve procurar o SEBRAE RS. Universidades e também a Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do Estado lançam editais que auxiliam a montar redes de cooperação.

 

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Notícias

23 de Outubro de 2017

Oportunidades de negócios para empresas do setor de energia

SAIBA MAIS

 

20 de Outubro de 2017

Turismo impulsiona o desenvolvimento de Morro Redondo

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 23/10/2017 10:55

Evento em Lajeado apresenta vantagens da Junta Digital

Sebrae RS Podcast 20/10/2017 12:01

Seminário Crescer Sem Medo debate mudanças do Simples Nacional