Loading SEBRAE

Mais buscados: sei Credito Consultoria BOAS PRATICAS Empretec

Loading SEBRAE

Franquias

As tendências para 2017 no mundo das franquias

19/01/17
Túlio Josué Pinheiro dos Santos

Túlio Josué Pinheiro dos Santos

Gerência Setorial de Indústria, Comércio e Serviços

COMPARTILHE
Com investimentos menores comparadas às grandes redes, é possível abrir as chamadas microfranquias.

Franquias são ótimas alternativas para quem deseja investir em um negócio, mas não sabe em qual segmento atuar. No ano de 2016, o mercado de franquias cresceu 8,3%, de acordo com a Associação Brasileira de Franquias (ABF), com um faturamento de R$ 151 bilhões. São diversas opções com variadas taxas de investimento. Confira abaixo algumas tendências no setor.

Interiorização: Com a saturação de algumas franquias nas grandes metrópoles, o setor está de olho no potencial das cidades do interior. Outro fator que contribui para esse processo é o valor elevado dos pontos comerciais em áreas mais nobres destes centros urbanos. Uma das vantagens é que a interiorização atende a demanda de consumo por grandes marcas e agrada os que estão distantes das capitais.

#Dica: Faça um estudo de mercado para avaliar se a cidade aceitará o novo produto ou serviço.

Franquias home based: a vontade de empreender ainda é latente, apesar da crise. Com investimentos menores comparadas às grandes redes, é possível abrir as chamadas microfranquias. Por possuírem um formato mais enxuto, sem a necessidade de grandes estruturas ou equipamentos, elas podem ser instaladas na própria residência. Há a possibilidade de trabalhar tanto com comércio quanto com serviços, como a venda de perfumes ou agência de turismo.

#Dica: Antes de fechar negócio com alguma microfranquia, verifique se ela já foi testada anteriormente pela franqueadora e como funciona o modelo de negócios.

E-Commerce: o modelo via e-commerce possibilita que o franqueador não se preocupe com estoque de produtos, aluguel de ponto e capital de giro, por exemplo. Há diversas áreas de atuação, como venda de suplementos alimentares, serviços de atendimento automotivo, bem como franquias de certificados digitais e criação de websites.

#Dica: Algumas vezes, atuar no comércio virtual requer conhecimento na área de atuação. Verifique a necessidade de know how em cada uma e se o franqueador disponibiliza treinamentos especializados.

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Notícias

20 de Outubro de 2017

Turismo impulsiona o desenvolvimento de Morro Redondo

SAIBA MAIS

 

20 de Outubro de 2017

Seminário sobre a Junta Digital ocorre em Lajeado

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 20/10/2017 12:01

Seminário Crescer Sem Medo debate mudanças do Simples Nacional

Sebrae RS Podcast 18/10/2017 16:36

Projeto Costa Doce Natureza promove rodada de negócios