Loading SEBRAE

Mais buscados: sei Credito consultoria Boas Praticas empretec

Loading SEBRAE

Notícias

Fórum das empresas de pequeno porte debaterá isenção de licenciamento ambiental

20/01/16

Da Redação

COMPARTILHE

Reunião do FOPEMEPE/RS ocorrerá nesta quinta-feira, 21 de janeiro, em Porto Alegre

Da Redação

Porto Alegre – Um novo passo para desburocratizar a abertura das empresas está sendo debatido nesta semana. O tema de licenciamento ambiental estará em discussão nesta quinta-feira, 21 de janeiro, às 15h30, no Fórum Permanente das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte do Rio Grande do Sul (FOPEMEPE/RS). O encontro será realizado na sede da Federação das Associações dos Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs), em Porto Alegre.

A reunião faz parte do Comitê de Desoneração e Desburocratização do FOPEMEPE na temática de licenciamento ambiental. Participarão do encontro os técnicos do SEBRAE/RS, Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (Fiergs), Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, além da assessora técnica de meio ambiente da Famurs e representantes das secretarias municipais de meio ambiente dos municípios de Canoas, Caxias do Sul, São Leopoldo e Rio Grande.

A técnica da gerência de Políticas Públicas do SEBRAE/RS Claudia Cittolin informa que o objetivo do encontro é debater a Resolução nº 288/2014 do Conselho Estadual do Meio Ambiente (Consema), que está definindo a isenção de licenciamento ambiental para algumas atividades empresariais que geram menor risco de poluição. A primeira reunião sobre o tema ocorreu no dia 14 de janeiro. No encontro, foram estabelecidos critérios de classificação do grau de risco (de acordo com o potencial poluidor) e foi apresentada uma sugestão de tabela a ser adotada pelos municípios, especialmente os integrantes da Rede Simples, um sistema que promove a integração e a desburocratização de processos para abertura e encerramento de empresas.

O FOPEMEPE/RS agora vai debater a nova proposição de tabela de atividades, que classifica os riscos ambientais em baixo, médio e alto. “Após a definição do dia 21 de janeiro, o comitê deve se reunir com os técnicos da Secretaria do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Sema) e a Fundação Estadual de Proteção Ambiental Henrique Luiz Roessler (Fepam) para apresentar as conclusões do debate”, avisa Claudia Cittolin. A proposta final de tabela será levada à votação na Câmara Técnica do Consema em março e pode lançar novos paradigmas para agilizar a abertura de negócios e beneficiar o empreendedorismo em todo Estado.

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Siga o SEBRAE RS

Notícias

19 de Janeiro de 2018

Expodireto 2018 contará com estande coletivo do Sebrae RS

SAIBA MAIS

 

19 de Janeiro de 2018

Mais de R$ 9,5 milhões em vendas na Couromoda

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 17/01/2018 17:54

Empresas do projeto Alimentos Premium começam a colher frutos

Sebrae RS Podcast 17/01/2018 17:52

Programa D’Olho na Qualidade Rural leva conhecimento e lucro para agroindústrias