Loading SEBRAE

Mais buscados: sei Credito Consultoria BOAS PRATICAS Empretec

Loading SEBRAE

Notícias

Escola infantil vira referência em software livre

16/10/12

Da Redação

COMPARTILHE

Programa ALI, do Sebrae/RS, está atuando fortemente em colégios para crianças

Da Redação
Diagnóstico na Baby House identificou a falta de um software de gestão (Foto: Banco de Imagens)
Porto Alegre – Quem pensa que apenas empresas dos setores de informática e tecnologia podem apresentar soluções inovadoras, não conhece a escola infantil de Porto Alegre Baby House. Recentemente, a diretoria implantou um software livre na escola. O processo envolveu as crianças e todos os setores do estabelecimento, incluindo equipe pedagógica, atendimento e administrativo. O trabalho virou case de sucesso no 13º Fórum Internacional de Software Livre, realizado em julho, em Porto Alegre. A Baby House está inscrita no Prêmio Nacional de Inovação, na categoria ALI – projeto do Sebrae/RS pelo qual a escola infantil tem sido atendida desde junho. 
 
“Realizamos um diagnóstico na Baby House que identificou a falta de um software de gestão”, explica a Agente de Inovação Greyce de Souza, responsável pelo atendimento. Através do ALI, a escola passou, também, a aplicar pesquisa de satisfação junto às famílias dos alunos e está desenvolvendo um planejamento estratégico (missão, visão, valores) a partir do Bônus Consultoria do Sebrae/RS. 
 
Além da Baby House, outras cinco escolas infantis estão sendo atendidos pelo programa, em Porto Alegre. São eles: Babel House, Lúdica, Ser Criança, Aprendendo a Crescer e Balão Azul. O trabalho realizado em cada uma delas é desenvolvido e planejado de acordo com a prioridade da empresa. Na Babel House, por exemplo, foi realizado um trabalho de consultoria em marketing que identificou novos mercados e lançou novos cursos, como culinária com língua estrangeira e música. Na escola Balão Azul, com a ajuda do ALI, o cadastro de clientes foi atualizado e informatizado. 
 
O Programa Agentes Locais de Inovação é desenvolvido pelo Sebrae em parceria com o CNPQ – Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Ele disponibiliza para as pequenas empresas dos setores da Indústria, Comércio e Serviços, assessoria especializada e gratuita voltada ao desenvolvimento de inovações tecnológicas em produtos, serviços e processos. 
 
“Com um cronograma de visitas definido com o empresário, os agentes locais de inovação dão informações e dicas de como a empresa pode inovar”, explica a gestora do programa pelo Sebrae/RS, Cláudia Rodrigues. O acompanhamento pode ser feito por até dois anos. No Rio Grande do Sul, hoje, são atendidas 1.151 empresas, com 41 agentes atuando diretamente neste processo. Outros 19 ALIs estão sendo capacitados e devem ir a campo no início de novembro.  
 
Empresários interessados em receber um Agente Local de Inovação em sua empresa devem acessar a página do ALI no site do Sebrae/RS (http://www.sebrae-rs.com.br/index.php/programa-ali), clicar no box “Quero receber um Agente Local de Inovação em minha empresa” e preencher a ficha de cadastro. Outras informações na Central de Relacionamento Sebrae/RS: 0800.570.0800.
COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Siga o SEBRAE RS

Notícias

20 de Outubro de 2017

Turismo impulsiona o desenvolvimento de Morro Redondo

SAIBA MAIS

 

20 de Outubro de 2017

Seminário sobre a Junta Digital ocorre em Lajeado

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 20/10/2017 12:01

Seminário Crescer Sem Medo debate mudanças do Simples Nacional

Sebrae RS Podcast 18/10/2017 16:36

Projeto Costa Doce Natureza promove rodada de negócios