Loading SEBRAE

Mais buscados: Sei CREDITO mei Consultoria Boas Praticas

Loading SEBRAE

Energia

Consumo consciente

Saiba como melhorar a eficiência energética e gerar economia na sua empresa

24/02/17
Alexandre Zigunovas Júnior

Alexandre Zigunovas Júnior

Gerência de Inovação, Mercado e Serviços Financeiros

COMPARTILHE
Produtos que possuem o Selo Procel com nota A pelo Innmetro contribuem muito com a eficiência energética no estabelecimento.

As crises econômicas e a busca por competitividade do mercado são fatores que fazem com que a redução de custos seja fundamental para manter uma empresa saudável. Neste contexto, a energia tem um papel importante, pois o consumo dela é essencial, mas mesmo assim é possível diminuir custos nesta área.

Procurar um profissional especializado em eficiência energética para verificar as possibilidades de instalação de placas solares é sempre recomendável. Porém, existem medidas mais simples que podem ajudar o empreendedor a economizar, antes de investir pesado em energia renovável.

A primeira dica é potencializar o uso de luz natural. Espaços bem iluminados naturalmente colaboram para que lâmpadas não fiquem ligadas durante o dia, por exemplo. Criar sistemas independentes também é uma ótima alternativa. Ambientes com diversos interruptores auxiliam a iluminar apenas o necessário, podendo formar diversas composições. Ainda na área de iluminação, instalar sensores de presença também ajuda a economizar. O recomendável é instalar o sensor em ambientes com pouco movimento ou sem movimento constante, como corredores e banheiros.

98_gimsf_eficienciaenergetica_840x415

Pesquisar produtos energeticamente eficientes antes de adquiri-los é outra recomendação. Produtos que possuem o Selo Procel com nota A pelo Innmetro contribuem muito com a eficiência energética no estabelecimento. A diferença entre um aparelho com nota A e nota E chega a até 30% a mais no consumo de energia. Vale até remover os eletrônicos da tomada à noite, inclusive os em stand by – o consumo de uma televisão em stand by pode chegar a 10% do consumo total do aparelho.

Começando com estas ações, o empreendedor precisa seguir com a prática de observar de perto o consumo energético do estabelecimento. Verificando mês a mês a conta de luz, e até mesmo montando um gráfico de consumo ao longo do ano, é possível verificar a efetividade das ações e a real economia obtida.

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Notícias

18 de Abril de 2018

Sebrae RS promove rodada de negócios na 13ª Envase Brasil

SAIBA MAIS

 

18 de Abril de 2018

Sala do Empreendedor de Torres estipula metas para diminuir burocracia

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 17/04/2018 17:07

Sebrae lança projeto para apoiar MPEs na área da saúde

Sebrae RS Podcast 16/04/2018 16:45

Missão empresarial participa de feira industrial Alemanha