Loading SEBRAE

Mais buscados: Sei CREDITO mei consultoria boas praticas

Loading SEBRAE

Energia

Colaborativismo

A energia que vem da cooperação

30/01/18
Aldoir Bolzan de Morais

Aldoir Bolzan de Morais

Gestor dos Projetos da Energia do SEBRAE

COMPARTILHE
Empreendendo de forma colaborativa reflete-se sobre o sistema econômico, e o principal objetivo é atender às necessidades comuns dos envolvidos

Observando as tendências sobre o futuro da energia, alguns impactos regulatórios aos pequenos negócios aumentaram recentemente as possibilidades de negócios. Destaco os sistemas de compensação, os incentivos fiscais do governo estadual, os leilões federais (indiretamente) e a consciência sustentável das pessoas em gerar sua própria energia limpa.

À luz do espírito de cooperação, o projeto ENERGIA MAIS – Serra Gaúcha, do Sebrae RS, fomentou a cultura da cooperação para a realização de parcerias. Foram desenvolvidos novos produtos e serviços.

O cenário de tendência positiva da economia vai acelerar os resultados das empresas que estiverem qualificadas comercialmente. Para isso, devem superar os três grandes desafios a seguir:

  • Quebra de modelos mentais: um empreendedor com visão ampliada enxerga oportunidades onde outros não veem. Este princípio vale também para uma comunidade, no caso a Serra Gaúcha. É comum ouvirmos aqui que “poucos empreendedores buscam mercados noutras regiões do Brasil”. Diante desta percepção, parece haver um verdadeiro “domo cultural” sobre a região, no qual é proibido ultrapassar a linha que separa a Serra do resto do mundo para fazer negócios. Para vencer este desafio cultural, buscamos quebrar esta linha invisível que se tornou um paradigma mental, e realizamos ações em outros mercados promissores. Destaco o mercado agrícola de Ribeirão Preto (SP) em visita à feira Agrishow, e a exposição na FIEE (Feira Internacional de Eletro Eletrônica), na cidade de São Paulo.

  • Ser ativo e produtivo comercialmente: estudos do APL Metal Mecânico e Automotivo da Serra Gaúcha mostram que poucas empresas dedicaram esforços para estruturar a área comercial. Como resposta a esta situação, investimos no desenvolvimento do líder empreendedor através do coaching executivo. Com isso ampliamos sua visão sobre si mesmo, sobre a empresa e o mercado. E usamos uma boa dose de estratégias de vendas específicas para o setor de energia, elevando a taxa de sucesso em vendas do grupo em mais de 62%. O método mostrou a importância de agir com um pé firme no mercado, ou seja, dar mais atenção aos clientes, ao processo de vendas, à prospecção e ao relacionamento.
  • Ofertar em conjunto para ofertar melhor: diz um provérbio africano: “Se quer ir rápido, vá sozinho. Se quer ir longe, vá em grupo”. Mas ao trabalhar em conjunto, como fazer isso de forma prática? A resposta veio pensando juntos, seja para comprar ou vender em grupo. Com o mapeamento inicial das empresas checamos a capacidade produtiva. Nos encontros em grupos trabalhamos os temas: “Como Encontrar Oportunidades em Momentos Desfavoráveis?” e “Cadeia de valor Interna e Alianças para Cooperação, Aprimorando a Cultura da Cooperação e Gestão de Projetos Cooperativos”. E, finalmente, com o cruzamento das competências das empresas tivemos a matriz que indicou as complementariedades para o desenvolvimento das ideias de novos produtos/projetos abaixo detalhadas:

POSTE AUTÔNOMO

Produto desenvolvido com o objetivo de atender a uma lacuna de mercado. Atualmente produtos disponíveis não são completos, cabendo ao cliente final comprar a luminária, importada da China na maioria das vezes, e o poste de forma independente para fazer a montagem final. Com esta inovação e produção local, estaremos gerando receita e empregos para região.

> Empresas neste projeto: Geral Eletro, Kaballa, Jobe Cabos e Voltatec.

 

ESCADA PARA MOTORHOME

Mercado exigente, nicho específico e com demanda crescente. Atualmente as escadas automáticas são todas importadas. Produto está sendo desenvolvido de forma customizada para atender a necessidades especificas, podendo ser vendido tanto ao fabricante como ao consumidor final, reduzindo custos de estoque e com preços competitivos.

> Empresas neste projeto: GBO Indústria Metalúrgica, Comlink, Galvânica Guarany e Zeta (Tecnolaser).

 

LUMINÁRIA LED

Produto local para competir com importados chineses. Desenvolvido com alto padrão de qualidade e vindo a solucionar problemas hoje existentes nos produtos importados. Desenvolvida para atender a necessidades específicas de iluminação industrial.

> Empresas neste projeto: Kaballa, CMD Usinagem e Comlink.

 

PROJETO EFICIÊNCIA ENERGÉTICA

Projeto de serviço desenvolvido com a união de três empresas para ofertar solução global que atenda a todas as necessidades do cliente que busca eficiência energética. As empresas são concorrentes diretas, mas perceberam que unindo suas atividades mais valorosas podem trabalhar juntas e obter novos clientes através de oferta completa de análise, projeto e execução do serviço.

>Empresas neste projeto: Age Assessoria, HWSUL e Pett Engenharia.

 

Quer mais informações sobre o setor?

Fale comigo no Sebrae RS pelo fone (54) 99998-4376 ou e-mail [email protected]

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Notícias

18 de Abril de 2018

Sebrae RS promove rodada de negócios na 13ª Envase Brasil

SAIBA MAIS

 

18 de Abril de 2018

Sala do Empreendedor de Torres estipula metas para diminuir burocracia

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 24/04/2018 14:54

Sebrae leva MPEs para maior feira médica da América Latina

Sebrae RS Podcast 17/04/2018 17:07

Sebrae lança projeto para apoiar MPEs na área da saúde