Loading SEBRAE

Mais buscados: SEI consultoria credito Boas praticas EMpretec

Loading SEBRAE

Notícias

Encontro MPE Grande do Sul reuniu lideranças empresariais em Porto Alegre

19/07/12

Da Redação

COMPARTILHE

Na Capital gaúcha, o Sebrae/RS debateu necessidades e oportunidades de crescimento das micro e pequenas empresas

 

Da Redação

"Nosso objetivo é gerar um conteúdo que desenhe mapas de oportunidades regionais", afirma o presidente Vitor Koch

Porto Alegre- Cerca de 100 líderes empresariais e dirigentes de pequenos negócios estiveram reunidos durante toda esta quarta-feira, 18/07, no Hotel Deville, em Porto Alegre, para debater as necessidades e as oportunidades de crescimento das micro e pequenas empresas. Eles foram chamados pelo Sebrae/RS, por meio do Encontro MPE Grande do Sul, a contribuírem na formação de uma grande radiografia das micro e pequenas empresas gaúchas, avaliando suas dificuldades, e, especialmente, os principais elementos que possam impulsionar o seu desenvolvimento.

Comemorando a expressiva participação dos empresários, o presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae/RS, Vitor Augusto Koch, voltou a ressaltar a importância desta iniciativa da instituição. “Esta ação remete para uma contribuição fundamental ao avanço econômico e social dos municípios do Rio Grande do Sul. Nosso objetivo é gerar um conteúdo que desenhe mapas de oportunidades regionais e propiciem o crescimento econômico das cidades gaúchas por meio das MPEs, tornando-as um fator ainda mais eficaz de distribuição de renda, geração de empregos e criação de riqueza local e regional”, enfatizou.

O presidente Vitor Koch lembrou que 99% das empresas no Brasil são de micro e pequeno porte, mas a sua participação no Produto Interno Bruto não é muito superior a 20%. “É preciso qualificar a mão-de-obra, investir em inovação e modernas práticas de gestão, no planejamento estratégico e buscar a profissionalização continuada para que as MPEs possam ampliar o seu percentual de participação no PIB”, destacou. Ele também ressaltou que a radiografia que o Sebrae/RS fará até setembro, por meio de dez Encontros MPE Grande do Sul, será apresentada no dia 4 de dezembro, em Porto Alegre, no Fórum de Gestão Pública, e, posteriormente, entregue aos 496 prefeitos que iniciarão seus mandatos em 1º de janeiro de 2013.

Vitor Koch ainda apontou o investimento realizado pelo Sebrae/RS na Região Metropolitana, que ultrapassa a casa dos R$ 6,4 milhões, com cerca de 11,2 mil clientes atendidos no primeiro semestre de 2012 por meio de projetos em todas as matizes econômicas.

 

 

A visão do Sebrae/RS

Coube ao superintendente do Sebrae/RS, Léo Hainzenreder, falar aos presentes sobre a visão da instituição a respeito das MPEs e o desenvolvimento local e regional. Ele destacou que, hoje, o Sebrae/RS tem como público-alvo mais de 1 milhão e 100 mil empreendimentos formais no Rio Grande do Sul, englobando micro e pequenas empresas, empreendedores individuais e produtores rurais. “Na Metropolitana de Porto Alegre, temos um público potencial de 273 mil empreendimentos formais, para ofertarmos gestão empresarial, incentivo a busca pela inovação e tecnologia, acesso a mercados, orientação ao crédito, o fomento ao empreendedorismo e impulso a políticas públicas que criem um ambiente econômico favorável ao crescimento dos pequenos negócios”, afirmou Hainzenreder.

O superintendente citou ações importantes do Sebrae/RS para impulsionar o desenvolvimento das micro e pequenas empresas gaúchas. “Temos o Programa Negócio a Negócio, que visa a melhoria da gestão das micro empresas e dos empreendedores individuais e que deverá atender a mais de 45 mil negócios deste porte em 2012. Com o SebraeTec e o Programa Agentes Locais de Inovação, estamos levando às MPEs a consciência do quanto é importante buscar processos inovadores.

O Programa Sebrae 2014 nos permite mostrar aos pequenos negócios gaúchos como usufruir da série de oportunidades que serão geradas no Estado com a Copa do Mundo de 2014″, falou. Léo Hainzenreder ainda lembrou de iniciativas como o Sebrae Mais, o Sebrae no Territórios da Cidadania, o importante trabalho de sensibilização realizado na regulamentação e da implementação da Lei Geral das MPEs nos municípios gaúchos, e o Programa Fornecer, realizado em parceria com o Governo Estadual, abrindo novas e boas perspectivas para os empreendimentos de pequeno porte em relação as compras governamentais.

Cenários

O economista e consultor do Sebrae/RS, Eduardo Starosta, apresentou cenários para a região, o Rio Grande do Sul e o Brasil do ponto de vista das micro e pequenas empresas. Ele traçou um paralelo entre o crescimento econômico brasileiro, gaúcho e da Região Metroplitana, mostrando que a economia da região tem um comportamento instável e sem convergência com a gaúcha. “O crescimento econômico regional vem sendo predominantemente inferior ao padrão gaúcho e brasileiro”, salientou. Starosta destacou, também, que a Região Metropolitana mostra tendência a reduzir sua participação na economia brasileira e gaúcha, “pois tem estrutura econômica consolidada, sem grandes vazios, ao contrário do que ocorre em outras localidades do Estado e do País”.

O consultor lembrou que a Região Metropolitana responde por 46,6% da massa salarial formal do Rio Grande do Sul e possui um salário médio superior. Em termos de densidade empresarial, a região mostra claramente sua vocação para comércio e serviços, tendo como segmentos de maior expansão os transportes e as comunicações, construção civil, instituições financeiras e de ensino. “Setores como varejo, serviços técnicos, hotelaria, transporte e comunicação, vem absorvendo crescentes contingentes de mão-de-obra”, afirmou.

Após as apresentações dos dirigentes do Sebrae/RS e do economista Eduardo Starosta, os participantes do encontro realizaram atividades em grupo, com a promoção do FOFA das MPEs, onde apontaram as oportunidades, as ameaças, as forças e as fraquezas dos pequenos negócios da região. Ainda assistiram a apresentação de casos de sucesso em articulação regional.

 

Próximos encontros

Até o final da primeira quinzena de setembro, serão realizados outros oito encontros, em Alegrete, Caxias do Sul, Passo Fundo, Erechim, Santa Maria, Lajeado, Pelotas e Ijuí, contemplando as regiões que possuem unidades regionais do Sebrae/RS. O primeiro encontro foi realizado no dia 5 de julho, em Novo Hamburgo. Confira a agenda:

– 31 de julho – Alegrete
– 02 de agosto – Caxias do Sul
– 07 de agosto – Passo Fundo
– 08 de agosto – Erechim
– 14 de agosto – Santa Maria
– 16 de agosto – Lajeado
– 05 de setembro – Pelotas
– 11 de setembro – Ijuí

 

Serviço:
Assessoria de Comunicação do Sebrae/RS
Telefones: (51) 3216.5165, (51) 3216.5182

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Siga o SEBRAE RS

Notícias

18 de Agosto de 2017

Oportunidades para a horticultura no Salão do Empreendedor

SAIBA MAIS

 

18 de Agosto de 2017

Conexões para inovar

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 17/08/2017 16:25

Salão do Empreendedor ocorre durante a Expointer

Sebrae RS Podcast 15/08/2017 10:40

Aprenda a usar o WhatsApp como ferramenta de marketing