Loading SEBRAE

Mais buscados: sei CONSULTORIA Credito Boas praticas Empretec

Loading SEBRAE

Notícias

Empreendedores desafiados a criar soluções para o Complexo Hospitalar Santa Casa

Startup Lab é promovido pelo SEBRAE RS e parceiros, e ocorrerá entre 1 e 3 de setembro, em Porto Alegre

29/08/17

Da Redação

COMPARTILHE

Porto Alegre – Durante três dias, equipes de empreendedores da área de Tecnologia da Informação, negócios e saúde serão desafiadas a solucionar questões cotidianas de um complexo hospitalar. O Startup Lab Edição Saúde, promovido pelo SEBRAE/RS, ocorrerá entre os dias 1 e 3 de setembro, em Porto Alegre, no auditório do prédio II da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA) (Rua Sarmento Leite, 245 – Centro Histórico). As inscrições são limitadas e podem ser feitas pela internet. São parceiros da iniciativa a Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre, UFCSPA, Cluster da Saúde, Tecnosinos, Ventiur, AGS, Grow e Semente Negócios.

Empreendedores serão desafiados para o desenvolvimento de soluções para o Hospital Santa Casa, de Porto Alegre (Foto: Banco de Imagens)

O dia a dia de um hospital é repleto de pequenos ou grandes problemas que acabam dificultando o seu funcionamento. Nesse contexto, o Complexo Hospitalar Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre procurou o SEBRAE RS para propor um desafio aos empreendedores da região: solucionar esses entraves por meio do desenvolvimento de novas ferramentas digitais durante um final de semana. A técnica da Regional Metropolitana do SEBRAE RS Bruna Lourenço Machado explica que essa é a primeira edição do projeto voltado para a saúde que ocorre no Estado. “No relato recebido há quatro questões que necessitam de uma solução, como o desenvolvimento de aplicativos para melhorar o funcionamento das unidades. Essa será a base de trabalho das equipes”, conta.

No dia 1º, às 18h, iniciam as atividades do Startup Lab com foco nos problemas a serem resolvidos. O primeiro é o relacionamento com os médicos. Com aproximadamente 3 mil profissionais, o acompanhamento da evolução dos pacientes fica registrado no computador, então os profissionais precisam anotar as informações no papel, gerando lentidão nos processos. O segundo é a captura e a gestão dos pacientes. A Santa Casa tem seu prontuário eletrônico implantado no sistema de gestão ERP TASY. Há, entretanto, uma grande quantidade de informação que não está disponível para análise de qualidade assistencial e para pesquisa clínica ou acadêmica. Com isso, a extração de informação é um processo lento.

O terceiro desafio consiste no controle de higienização de mãos nas Unidades de Tratamento Intensivo (UTI). Os participantes terão que desenvolver soluções de baixo custo e de fácil implementação que levem à observância dos protocolos de higienização das mãos por meio do monitoramento da utilização de álcool na prática assistencial. Por último, os participantes deverão reverter o processo manual de preenchimento da ficha de avaliação pré-operatória, minimizando as dificuldades na hora de passar as informações escritas para o computador, como a falta de exatidão.

No dia 2, a partir das 8h, com as equipes já criadas, será feita uma preparação dos participantes, com acompanhamento dos mentores e workshops. “Essas atividades resultarão, no dia 3, na apresentação das propostas”, explica Bruna. Segundo ela, a ação será um importante vetor para estimular a cultura no empreendedorismo em Porto Alegre e região, “oportunizando aos participantes a experiência de criar serviços durante um final de semana de muito trabalho, juntamente com profissionais e especialistas no assunto”, aponta.

O gerente de ensino e pesquisa da Santa Casa, Carlos Klein, ressalta que o hospital possui muitas frentes de trabalho e pontos de conexão. “É um dos maiores hospitais filantrópicos do País, e para manter esse bom resultado o desafio é inovar”, afirma. Para Klein, a parceria com o SEBRAE RS será uma oportunidade de resolver a gestão interna e, mais do que isso, “fazer com que as equipes internas compreendam a importância de pensar e aplicar atitudes inovadoras em suas áreas”, finaliza.

Empresas que integram os projetos da entidade terão participação gratuita. Empreendimentos/startups que não fazem parte dessas ações e profissionais do Complexo Santa Casa terão o custo de inscrição de R$ 80,00. Para estudantes, o valor é de R$ 40,00.

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Siga o SEBRAE RS

Notícias

22 de Setembro de 2017

Salão da Inovação será destaque na Mercopar

SAIBA MAIS

 

21 de Setembro de 2017

Doces de Pelotas no cardápio da 25ª Avaliação Nacional de Vinhos

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 22/09/2017 09:32

Doces de Pelotas serão servidos na Avaliação Nacional de Vinhos

Sebrae RS Podcast 21/09/2017 11:32

Encontro em Santa Maria busca soluções digitais para a educação