Loading SEBRAE

Mais buscados: Sei Credito mei Consultoria Boas Praticas

Loading SEBRAE

Notícias

Empreendedores de Santa Rosa podem sair da informalidade

11/10/12

Da Redação

COMPARTILHE

De 15 a 19 de outubro, o Sebrae/RS promove a “Semana da Formalização” no município 

Da Redação
No mês da micro e pequena empresa (MPE), o Sebrae na Regional Noroeste prepara uma semana especial para aqueles que trabalham por conta própria: os Empreendedores Individuais (EIs). Durante cinco dias, de 15 a 19 de outubro, Santa Rosa será o palco da “Semana da Formalização”.
 
Os bairros Cruzeiro (dias 15 e 16), Sulina (dia 17), Gloria (dia 18) e Planalto (dia 19) recebem o atendimento móvel do Sebrae/RS realizado em parceria com a Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico. Segundo o técnico do Sebrae/RS de Santa Rosa Claudiomiro Reis, a iniciativa visa orientar e registrar os pequenos negócios que se desenvolvem na informalidade. “A ausência da legalidade prejudica os cofres municipais e o próprio empreendedor que acaba não usufruindo de benefícios previstos em lei. Por isso, através dessa ação mais agressiva, procuramos viabilizar a inclusão social desses empreendedores e, consequentemente, obter resultados mais efetivos.”, afirma. 
 
Com aproximadamente 1.100 empreendedores individuais cadastrados na cidade, a Unidade Móvel do Sebrae/RS pretende aumentar esse número. Dois técnicos contam com a estrutura necessária para atingir a meta de atender 200 pessoas interessadas em começar um negócio e formalizar 80. A Lei nº 128, de 19/12/2008, criou condições especiais para que o trabalhador conhecido como informal possa se tornar um Empreendedor Individual legalizado: registro no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ) – que facilita a abertura de conta bancária, pedido de empréstimos e emissão de notas fiscais -, isenção dos tributos federais (Imposto de Renda, PIS, Cofins, IPI e CSLL), auxílios maternidade e doença, aposentadoria, entre outros. 
 
 
Microempreendedor Individual
 
O MEI é um empresário que atua em funções como pedreiro, carpinteiro, manicure, cabeleireiro, entre outros, de forma legalizada. Para fazer parte desse grupo é necessário faturar, no máximo, R$ 60 mil por ano e não ter participação em outra empresa como sócio ou titular e ter um empregado contratado que receba salário mínimo ou o piso da categoria. Para o presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae/RS, Vitor Augusto Koch, os empreendedores individuas são indispensáveis para economia: “Atualmente, existem 2,9 milhões de EIs formalizados no Brasil. Para atendê-los, o Sebrae procura proporcionar benefícios para que esse trabalhador continue operando de forma legal e com os benefícios que lhes são de direito para fortalecer a competitividade de diversos segmentos do mercado”, explica.
COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Siga o SEBRAE RS

Notícias

18 de Abril de 2018

Sebrae RS promove rodada de negócios na 13ª Envase Brasil

SAIBA MAIS

 

18 de Abril de 2018

Sala do Empreendedor de Torres estipula metas para diminuir burocracia

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 17/04/2018 17:07

Sebrae lança projeto para apoiar MPEs na área da saúde

Sebrae RS Podcast 16/04/2018 16:45

Missão empresarial participa de feira industrial Alemanha