Loading SEBRAE
Loading SEBRAE

Notícias

Educação digital ganha reforço em Santa Maria

Empresas participantes de projeto coletivo do SEBRAE RS foram selecionadas, via edital, para desenvolverem serviços voltados a plataforma de ensino a distância da entidade

04/09/17

Da Redação

COMPARTILHE

Santa Maria – Três empresas que integram o projeto coletivo Digital Educação Centro, promovido pelo SEBRAE RS desde o início de 2017, em Santa Maria, foram selecionadas por um edital para desenvolver soluções que possam estimular ainda mais as plataformas online da entidade. A DG5, a Simbox e a Defii Atelie de Software serão fornecedoras do projeto de ensino a distância (EAD), para desenvolver serviços e produtos, entre eles vídeos e games. O objetivo é capacitar os usuários por meio de novas ferramentas.

Vídeos e games serão produzidos para o SEBRAE RS pelas empresas selecionadas via edital (Foto: Divulgação)

Conforme explica o técnico da Regional Centro do SEBRAE RS Leandro Policarpo o projeto coletivo Digital Educação Centro teve início em abril de 2017, e conta com 17 empresas de tecnologia. As atividades serão desenvolvidas até setembro de 2018. “O objetivo é inserir esses empreendimentos na cadeia da educação, aliando tecnologia e ensino. A cidade é um polo educacional, então existe um mercado a ser explorado e desenvolvido”, informa.

As ações serão desenvolvidas em duas etapas. A primeira consiste em uma preparação de acesso ao mercado e a segunda envolve o fortalecimento das conexões realizadas, por meio de feiras, rodadas de negócio e outras atividades. Além do trabalho que está sendo desenvolvido, três empresas foram selecionadas via edital para fornecer serviços ao SEBRAE RS. “Ainda não ficou definido o que eles farão especificamente, porém atuarão diretamente com soluções do EAD, incluindo vídeos e desenvolvimento de games, por exemplo”, adianta Policarpo.

Conteúdo digital para a educação

O diretor de produção e novos negócios e também analista de sistemas da Defii Atelie de Software, Erlei Melgarejo, conta que a empresa foi criada em Florianópolis, Santa Catarina, em 2007. “Nosso foco é o desenvolvimento de softwares comerciais e para o segmento da saúde. Em 2013 transferimos a sede para Santa Maria, com alteração no escopo de atividades”, revela. Nessa mudança, a empresa passou a desenvolver produtos para a área de educação, incluindo simuladores, treinamentos digitais, conteúdo EAD e games direcionados para a aprendizagem.

A Defii participa de ações promovidas pelo SEBRAE RS desde 2015. Segundo Melgarejo, a participação no projeto atual, ainda que esteja nos primeiros meses de existência, tem sido de grande importância por colocar a empresa em contato com potenciais clientes. Além disso, o edital permitirá o desenvolvimento de ferramentas para treinamento. “Quando se fala em educação, de modo geral, tudo é desafiador, as possibilidades estão borbulhando. Produzir conteúdo para uma organização que é referência no cenário nacional no fomento ao empreendedor é uma grande responsabilidade”, ressalta.

Com nove anos de experiência no mercado do Brasil e Europa, a DG5 conta com um diversificado portfolio de serviços: consultoria de comunicação, desenvolvimento de interfaces WEB e produção de vídeos. O CEO da empresa, Alessandro Mathias, reforça a importância do apoio do SEBRAE RS, que iniciou há cinco anos. “Buscamos o desenvolvimento e a evolução de nossos processos, inclusive dos colaboradores, pois acreditamos na proposta de valor da parceria e principalmente conseguimos mensurar o impacto do aperfeiçoamento”, disse.

Por meio do projeto coletivo, de acordo com o empreendedor, foi possível formatar a estrutura de uma startup, a Animapixel, especializada em produção de conteúdo audiovisual em 2D e 3D, com atuação no Brasil e países da Europa. “O principal objetivo é disseminar essa poderosa ferramenta de marketing de conteúdo e atender o setor da educação e de tecnologia”, destaca. A seleção no edital possibilitará consultoria na área de educação através da produção de vídeos animados para empreendedores e educadores.

Para a gerente de sistemas da Simbox, Debora Negrini, a tecnologia possui crescimento constante, e a educação está carente disso. “Trabalhamos, entre outros serviços, com sistemas de simulação para centros de formação de condutores, desde 2014. Percebemos que poderíamos mergulhar mais na instrução, pois de certa forma é o que já fazemos”, destaca. Para a empresária, o projeto do SEBRAE RS na região Centro tem proporcionado novas possibilidades. “Além do conhecimento, a aprovação em um edital nos posicionou como fornecedor da entidade. Iremos desenvolver, certamente, algum trabalho voltado para os simuladores”, finaliza.

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Siga o SEBRAE RS

Notícias

20 de Outubro de 2017

Turismo impulsiona o desenvolvimento de Morro Redondo

SAIBA MAIS

 

20 de Outubro de 2017

Seminário sobre a Junta Digital ocorre em Lajeado

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 20/10/2017 12:01

Seminário Crescer Sem Medo debate mudanças do Simples Nacional

Sebrae RS Podcast 18/10/2017 16:36

Projeto Costa Doce Natureza promove rodada de negócios