Loading SEBRAE

Mais buscados: Sei CONSULTORIA Credito Boas praticas Empretec

Loading SEBRAE

Institucional

Empreendedorismo em alta

Carlos Rivaci Sperotto

Carlos Rivaci Sperotto

Presidente do Conselho Deliberativo Estadual do SEBRAE RS

COMPARTILHE

Quatro em cada dez brasileiros com idade entre 18 e 64 anos escolhem o mundo dos negócios como fonte de renda. Conforme revela a nova pesquisa Global Entrepreneurship Monitor (GEM) 2015, a taxa de empreendedorismo no País é de 39,3%, o maior índice dos últimos 14 anos e quase o dobro do registrado em 2002, quando a taxa era de 20,9%.

Este número nos faz perceber que o empreendedorismo tornou-se, principalmente no último ano, uma alternativa da população em meio à crise econômica pela qual atravessa o País. Neste sentido, é primordial seguir aperfeiçoando as políticas governamentais, o apoio financeiro – como adequação das linhas de crédito à realidade do empreendedor – , bem como ampliar os esforços na educação e capacitação destes empresários e futuros empreendedores.

Por outro lado, é notável que o empreendedorismo está no DNA do brasileiro, que prefere ter o próprio negócio do que fazer carreira numa empresa, por exemplo. Hoje, organizações de apoio como o SEBRAE, eventos de empreendedorismo, ações de políticas públicas, além de um ecossistema empreendedor com incubadoras e aceleradoras são fatores que favorecem o empreendedorismo em nossa sociedade.

A pesquisa GEM também revela que 56% daqueles que estão criando ou já abriram uma empresa identificaram uma oportunidade, número que sofreu uma queda em relação aos últimos anos. O aumento de incentivos como a Lei Geral da Micro e Pequena Empresa influenciou o forte crescimento do empreendedorismo por oportunidade, que pode ter voltado a um patamar mais equilibrado quando comparado com o empreendedorismo por necessidade justamente em virtude da instabilidade pela qual passa o Brasil.

Em 2015, 44% dos envolvidos com a criação de um negócio o fizeram por necessidade, mas isso não significa, necessariamente, ausência de planejamento ou qualificação. Caso este empreendedor tenha se apressado, o SEBRAE RS está aberto para orientá-lo nas mais diversas questões, dependendo de sua necessidade. Conhecer o mercado onde vai atuar, os clientes, os concorrentes e os fornecedores é fundamental em qualquer situação. Fazer um bom plano de negócio pode garantir o bom desempenho e o futuro da empresa.

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Notícias

21 de Setembro de 2017

Doces de Pelotas no cardápio da 25ª Avaliação Nacional de Vinhos

SAIBA MAIS

 

21 de Setembro de 2017

Agroindústrias de pequeno porte e a inserção no mercado contemporâneo

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 21/09/2017 11:32

Encontro em Santa Maria busca soluções digitais para a educação

Sebrae RS Podcast 21/09/2017 10:59

SEBRAE apoia abertura da Sala do Empreendedor em Capão Da Canoa