Loading SEBRAE

Mais buscados: sei consultoria credito Boas praticas EMpretec

Loading SEBRAE

Econo

Criatividade em grupo

Colaborar pode fazer uma rede criativa mais potente

11/04/17
Amanda Paim

Amanda Paim

Gerência Setorial do Comércio e Serviços

COMPARTILHE
Na Economia Criativa, trabalhar em grupos múltiplos e diversos é essencial para criar produtos que se conectem com as tendências e expectativas do público.

As inovações surgem em ambientes que estimulam a criatividade. Colaborar pode fazer com que as ideias se multipliquem e se tornem mais sólidas. Na Economia Criativa, que na maior parte das vezes está relacionada com conteúdos artísticos, trabalhar em grupos múltiplos e diversos é essencial para criar produtos que se conectem com as tendências e expectativas do público.

Em alguns momentos, a colaboração nem é algo opcional: já imaginou produzir um filme longa-metragem inteiro sozinho, do roteiro à iluminação? Quase impossível. Ao mesmo tempo, a colaboração pode vir de diferentes lugares. É possível estimular o público a participar dos processos opinando ou experimentando novas soluções, ativar as redes de relacionamento pessoais dos membros da equipe e até mesmo instituições parceiras que tenham experiência com o tema trabalhado.

Espaços de coworking, que são escritórios coletivos em que profissionais de diversas áreas alugam uma mesa por hora ou mensalmente, podem ser locais extremamente ricos para ativar contatos. Nesses espaços, os profissionais podem apresentar seus trabalhos em conversas informais e ficar na lembrança dos colegas quando oportunidades surgirem. Um fotógrafo, por exemplo, pode precisar de um designer para montar um portfólio, e um designer pode precisar de um fotógrafo para registrar suas obras.

71_1212_gcomgind_economiacriativa_redecriativa_840x415

Esses locais também possibilitam que os profissionais compartilhem suas dificuldades e aprendizados uns com os outros, valorizando as vivências e reforçando os laços. Aprender com os erros dos colegas é uma forma de se preparar para não cometer as mesmas falhas e, caso isso seja inevitável, ter dicas de como enfrentar os problemas.

A colaboração abre espaço para novas oportunidades. Cada uma das pessoas da rede possui uma série de outras conexões que podem ser ativadas em momentos de necessidade. Para empreendedores que trabalham com áreas que demandam múltiplos conhecimentos e possibilidades de desenvolver projetos com diversos perfis diferentes, o networking é essencial. As feiras que reúnem gastronomia, moda e manifestações artísticas são bons exemplos. Apenas colaborando e contando com uma verdadeira comunidade em torno de um projeto é possível estimular pessoas para que, de forma independente, tragam o seu melhor e mais criativo para oferecer ao público.

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Notícias

21 de Agosto de 2017

As pessoas de uma empresa são parte fundamental dos negócios

SAIBA MAIS

 

21 de Agosto de 2017

Estande coletivo apresenta novidades de empreendedores gaúchos na Expoagas

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 21/08/2017 10:05

Tour da Moda leva varejistas a visitas técnicas em São Paulo

Sebrae RS Podcast 17/08/2017 16:25

Salão do Empreendedor ocorre durante a Expointer