Loading SEBRAE

Mais buscados: Sei CONSULTORIA Credito Boas praticas Empretec

Loading SEBRAE

Notícias

E-commerce cresce no Brasil

22/01/13

Da Redação

COMPARTILHE

Pequenos negócios precisam ficar atentos às oportunidades no mundo virtual

Da Redação

São Paulo – Dados do site e-commerce.org.br apontam o Brasil como o quinto país no mundo em usuários de internet, com cerca de 76 milhões de pessoas conectadas. Os números são de 2011. Também apontou-se que a movimentação financeira no meio eletrônico ultrapassou os R$ 18 bilhões naquele ano, com mais de 31 milhões de pessoas comprando no mundo virtual. São informações que sustentam o avanço dos sites de venda e das ações de marketing virtual.

“E-marketing são todas as ações de comunicação integradas na internet, o que inclui site institucional, e-commerce, perfil na rede social, e-mail marketing, newsletter, banners, mailing, entre outras”, explica o consultor do Sebrae em São Paulo, José Carmo de Oliveira. Antes de qualquer empreitada no meio digital, o empreendedor deve se questionar se conseguirá atender ao cliente da mesma forma que atende na loja física. “É necessário manter o mesmo nível de atendimento. Caso contrário, o consumidor muda de site em apenas um clique”, recomenda o consultor.

Antes de investir em uma loja virtual, o empresário precisa entender que as mesmas necessidades que os fregueses têm na loja física, também têm no meio eletrônico. “Em uma loja física, a vitrine é o principal chamariz para o consumidor. Na loja virtual não é diferente. Para conquistar o cliente, deve-se oferecer praticidade, com produtos bem organizados na página e facilidade de acesso às suas especificações. Além disso, é preciso disponibilizar todas as informações referentes ao produto e às formas de pagamento”, orienta José Carmo.

Outra questão a ser considerada é o levantamento dos pontos fortes e fracos do investimento. “Com um planejamento de comunicação, o empresário identificará que o concorrente não é mais o seu vizinho, e sim a empresa que pode estar a mais de 300 quilômetros de distância”, opina o consultor.

Uma das estratégias de divulgação de uma loja virtual, segundo José Carmo, são as ações de marketing direto. Isso inclui envio de e-mail marketing e mala direta para o cadastro de clientes, além de suporte das mídias convencionais, como jornal, rádio e TV. “No entanto, qualquer ação deve ser direcionada a um público-alvo bem definido, para não queimar cartucho com consumidores sem potencial para serem clientes da empresa”, assinala.

O empresário José Roberto Júnior, de Bauru (SP), sócio-proprietário de uma loja de produtos para a área de saúde, conta que sua clientela é formada por médicos, fisioterapeutas, personal trainer e pessoas que precisam de cuidados médicos em casa. O investimento no comércio eletrônico foi uma necessidade levantada por Júnior. “Temos uma base de clientes formada por profissionais de saúde que não têm muito tempo para vir até a loja física. Ao disponibilizarmos os produtos na internet, conseguimos oferecer conforto e comodidade, resultando em um aumento significativo em nosso faturamento”, explica.

 

Confiança

Hoje, a loja virtual da empresa fatura 70% e a loja física, 30%. “Porém, se nós não tivéssemos uma loja física estabelecida há tantos anos e consolidada no mercado, não teríamos a confiança dos clientes para eles comprarem pelo e-commerce. A loja virtual paga a conta, mas é a loja física que mantém a imagem da empresa na internet”, comenta.

Segundo o consultor do Sebrae em São Paulo, uma boa dose de etiqueta e planejamento é fundamental para o sucesso na internet. “O empresário precisa de cuidado com a linguagem que usa, principalmente na rede social. É necessário ter etiqueta para saber o que e como falar, o que comentar e o que gerar de conteúdo”, orienta.

Outra dica de José Carmo é contratar um profissional para cuidar exclusivamente das campanhas de e-marketing da empresa. “É preciso fugir da comodidade de pedir ao sobrinho ou filho do amigo para cuidar do site e da rede social da empresa. O empresário precisa contratar um profissional de comunicação, como um jornalista ou publicitário, que domine as normas da língua portuguesa e as ferramentas disponíveis nas mídias sociais. Em pouco tempo, o investimento na contratação retornará em lucro para a empresa”, aponta.

Serviço:
Siga o Sebrae-SP no Twitter
Atendimento ao cliente: 0800 570 0800 (ligação gratuita)

Mais informações para imprensa:
Assessoria de Imprensa Sebrae-SP
(11) 3177-4905/4904/4831

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Siga o SEBRAE RS

Notícias

22 de Setembro de 2017

Salão da Inovação será destaque na Mercopar

SAIBA MAIS

 

21 de Setembro de 2017

Doces de Pelotas no cardápio da 25ª Avaliação Nacional de Vinhos

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 22/09/2017 09:32

Doces de Pelotas serão servidos na Avaliação Nacional de Vinhos

Sebrae RS Podcast 21/09/2017 11:32

Encontro em Santa Maria busca soluções digitais para a educação