Loading SEBRAE

Mais buscados: SEI credito consultoria boas praticas empretec

Loading SEBRAE

Notícias

Dólar fecha em alta no último pregão do mês e sobe quase 2% em julho

31/07/12

Da Redação

COMPARTILHE
Fonte: Portal G1
 
São Paulo – O dólar fechou em alta frente ao real nesta terça-feira (31/07) pelo terceiro pregão consecutivo e encerrou o mês de julho com valorização de quase 2%. A moeda norte-americana encerrou o dia com valorização de 0,52%, para R$ 2,049 na venda. Na segunda-feira, o dólar subiu 0,74%, a R$ 2,0383. No mês, o dólar avançou 1,94%. No ano, a alta acumulada é de 9,66%.
 
 
Neste último dia do mês os investidores continuavam atentos à possibilidade de rolagem dos contratos de swap tradicional – equivalente a uma venda da moeda no mercado futuro – que vencem na quarta-feira pelo Banco Central. Também pesaram no mercado nesta terça-feira as especulações de que o Banco Central Europeu (BCE) e o Federal Reserve, o banco central norte-americano, poderão anunciar medidas de estímulo nesta semana.
 
 
No dia 1º de agosto vencem US$ 4,570 bilhões em  contratos de swap tradicional ofertados ao mercado no passado e, se o BC optar por não substituir esses contratos por outros de vencimento mais longo, os investidores terão que devolver essa quantia à autoridade monetária. Isso diminuirá a quantidade de dólares no mercado e, portanto, puxará a cotação da divisa para cima.
 
 
Os investidores estão apostando que o BC não fará a rolagem diante de especulações de que o Banco Central Europeu (BCE) e o Federal Reserve, o banco central dos Estados Unidos, poderão anunciar medidas de estímulo ainda nesta semana. E uma injeção de liquidez nos mercados financeiros poderia direcionar maiores fluxos de capital para países emergentes como Brasil, pressionando o dólar para baixo.
 
 
Analistas acreditam que as autoridades brasileiras não querem o dólar abaixo de R$ 2, pois quando a divisa foi negociada abaixo desse patamar no final de junho o diretor de Política Monetária do BC, Aldo Mendes, declarou que tal nível poderia ser prejudicial à indústria e que o BC poderia atuar comprando dólares se necessário.
COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Siga o SEBRAE RS

Notícias

23 de Outubro de 2017

Oportunidades de negócios para empresas do setor de energia

SAIBA MAIS

 

20 de Outubro de 2017

Turismo impulsiona o desenvolvimento de Morro Redondo

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 23/10/2017 10:55

Evento em Lajeado apresenta vantagens da Junta Digital

Sebrae RS Podcast 20/10/2017 12:01

Seminário Crescer Sem Medo debate mudanças do Simples Nacional