Loading SEBRAE

Mais buscados: Sei CREDITO mei consultoria boas praticas

Loading SEBRAE

Apicultura

Rastreabilidade

Importante ferramenta para a cadeia apícola

20/03/18
Fabiano Nichele

Fabiano Nichele

Gerência Setorial do Agronegócio

COMPARTILHE
A rastreabilidade é um mecanismo que possibilita identificar a origem do produto desde o campo até a mesa

No mundo globalizado, as exigências são cada vez maiores em relação à garantia da qualidade de qualquer produto a ser comercializado ou consumido, no qual a cadeia de alimentos é umas das mais exigentes. A desconfiança relacionada ao processo de produção dos alimentos aumentou a necessidade de saber a origem e o caminho que os produtos percorrem do campo à mesa.

Atualmente os consumidores estão cada vez mais conscientes e passam a exigir alimentos de qualidade, procuram saber onde foram produzidos e qual processo foi utilizado e, o mais importante, buscam ter certeza de que não ofereçam riscos a sua saúde.

A rastreabilidade é um mecanismo que possibilita identificar a origem do produto desde o campo até a mesa, podendo ter sido processado ou não. O processo de rastreabilidade ganha maior confiabilidade se o mesmo estiver certificado, mas esta não é uma exigência.

A cadeia apícola brasileira em 2006 sofreu por parte da União Europeia embargo do mel brasileiro, por não apresentar o Plano Nacional de Controle de resíduo (PNCR) para produto. Diante esta situação surgiu a necessidade de mobilização de diversas entidades, entre elas a Confederação Brasileira de Apicultura (CBA), Embrapa, Mapa, Inmetro, Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), Sebrae, Epagri e Abemel. Este grupo de trabalho teve um papel fundamental para a cadeia apícola nacional, onde estabeleceu normatizações para atividade apícola. Atualmente a atividade apícola tem diversas normas técnicas pela ABNT, que, entre outros itens, define padrões para: equipamentos apícolas, sistema de produção no campo e sistema de rastreabilidade. As normas da ABNT podem ser acessadas aqui: www.abnt.org.br/normalizacao/lista-de-publicacoes/abnt.

Os envolvidos na atividade apícola em muitos casos não têm o hábito de realizar as anotações de suas atividades, nem de considerar o planejamento para a produção de mel. Falta aplicação de boas práticas no campo e também na extração, fazendo com que muitas vezes o mel chegue ao entreposto com sua qualidade comprometida. Daí a necessidade de promover o rastreamento nas fases anteriores ao processamento.

Por este motivo, a rastreabilidade de produção de mel é uma ferramenta importante, porque está diretamente associada ao conceito de qualidade em todas as etapas de produção até o produto final para consumidor. Esse conceito ainda é pouco divulgado e, portanto, em muitos casos o setor apícola ainda desconhece a norma técnica do sistema de rastreabilidade.

Desta forma, é fundamental realizar ações de sensibilização direcionadas ao setor com a intenção de esclarecer a importância da aplicação da ferramenta de rastreabilidade para a melhoria e clareza dos processos.

O Programa Juntos para Competir – da Farsul, Senar e Sebrae – tem como objetivo contribuir com a estruturação da cadeia produtiva apícola, proporcionando o aprimoramento dos processos produtivos e de relações comerciais que primem pela agregação de valor do mel e de seus subprodutos.

COMPARTILHE
ESTE CONTEÚDO FOI ÚTIL PARA VOCÊ?

Notícias

18 de Abril de 2018

Sebrae RS promove rodada de negócios na 13ª Envase Brasil

SAIBA MAIS

 

18 de Abril de 2018

Sala do Empreendedor de Torres estipula metas para diminuir burocracia

SAIBA MAIS

Vídeos

Ouça o podcast do SEBRAE

Sebrae RS Podcast 24/04/2018 14:54

Sebrae leva MPEs para maior feira médica da América Latina

Sebrae RS Podcast 17/04/2018 17:07

Sebrae lança projeto para apoiar MPEs na área da saúde